Cuiabá, 22 de Outubro de 2019

ARTIGOS/UNICANEWS
Segunda-feira, 30 de Setembro de 2019, 14h:11

MAX CAMPOS

Dia do servidor da defesa agropecuária de Mato Grosso

Max Campos
Servidor público

Max campos

Neste ano de 2019 o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso completa quatro décadas de existência.

Foi pensando nesses quarenta anos de história combativa exclusivamente na defesa agropecuária que nos motivou a verificar a possibilidade jurídica-legal de se ter um dia em comemoração as ações de sanidade animal e vegetal no Estado de Mato Grosso, lembrando os servidores bem como toda a cadeia produtiva (Instituições pública e privada, empresas parceiras, revendas agropecuária, trabalhadores rurais e principalmente o produtor rural) dá importância de seu papel em um Estado eminente ligado até o tutano com o Agro.

O Indea-MT é uma autarquia com autonomia técnica, administrativa e financeira, diretamente vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico com a finalidade de promover a vigilância, normatização, fiscalização, inspeção e a execução das atividades ligadas à defesa animal e vegetal.

Vivenciando a defesa agropecuária de Mato Grosso tanto no serviço de Campo quanto administrativamente em 16 anos, a necessidade de valorização das ações de defesa agropecuária se evidenciam ainda mais quando a economia de todo um Estado prevalece sobremaneira advindo das atividades relacionadas ao campo.

São 40 anos de história construindo uma trajetória de desafios e conquistas, sendo que hoje está presente atendendo praticamente todos os municípios do Estado com unidades físicas, postos fiscais nas divisas interestaduais e barreiras sanitárias ao longo da faixa de fronteira Brasil-Bolívia, tendo como missão planejar,coordenar e executar a Política Estadual de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso.

O setor agropecuário brasileiro é reconhecidamente essencial para a economia do país, contribuindo de forma de forma crucial na geração de emprego e renda, na redução do índice de inflação e no superávit da balança comercial brasileira,com grandes receitas de exportação do complexo de carnes e outros produtos.

Para tanto, é necessário programar uma série de ações. Entre elas, a melhoria do sistema de segurança, com resposta mais rápida de todo serviço veterinário, agronômico e florestal, diagnóstico de forma ágil e a reação do sistema com vista a debelar rapidamente eventuais focos. Um país livre de aftosa não é aquele que vacina, mas aquele que consegue agir rápido e conter os riscos de disseminação em caso de registro da doença.

Em Mato Grosso o último foco de febre aftosa ocorreu em fevereiro de 1996, quando o governo Dante de Oliveira junto com inúmeros parceiros públicos e privados resolveu atacar maciçamente o problema, chegando em maio de 2000 juntamente com o ministro da agricultura Pratini de Moraes a receber da OIE - Organização Internacional de Epizooitias o certificado de área livre com vacinação.

Desde então as ações não diminuíram e hoje nos encontramos no estágio livre de greve aftosa com vacinação há 23 anos, caminhando para em 2024 chegarmos a área livre de febre aftosa sem vacinação. Mato Grosso é hoje detentor do maior rebanho bovino do país, com mais de 30 milhões de cabeças e com índice de vacinação acima de 99% desde 2005 e conforme estudo de sorologia realizado nos meses de abril a maio de 2014 em animais de propriedades em municípios de fronteira e não-fronteira, apresentou um excelente nível de imunidade do rebanho, com valores acima de 90% de cobertura vacinal, o que indica que a imunização está sendo efetivamente executado pelos produtores rurais, ratificando as altas taxas de vacinação.

Tal iniciativa se deu de forma conjunta para que o dia do Servidor da Defesa Agropecuária no Estado de Mato Grosso possa ser institucionalizado no calendário comemorativo Estadual , agradecer a atual gestão do Indea na pessoa de seu presidente Tadeu Mocelin que entendeu a importância do projeto, ao sindicato dos trabalhadores do sistema agrícola,agrário, Pecuário e Florestal (Sintap) na pessoa da presidente Rosimeire Ritter que também sedimentou o processo e também a escolha é acolhimento por parte do Deputado Estadual e primeiro Secretário da Assembléia Legislativa de Mato Grosso o amigo e “xará” Max Russi que adotou e apresentou a proposta transformando em Projeto de lei n• 385/2019 junto a Casa de Leis aprovado por unanimidade em todas as câmaras setoriais, obtendo parecer favorável nas comissões ja apto a aprovação e posterior sanção governamental.

Por fim o Governo Mauro Mendes, em parceria com o setor produtivo, tem investido na capacitação dos técnicos do Indea-MT, na aquisição de novos veículos e equipamentos, na reestruturação dos postos fiscais e barreiras sanitárias e na realização de barreiras volantes, como forma de resguardar a sanidade de nosso rebanho.

Max Campos é Servidor Público do Indea-MT


2 COMENTÁRIOS:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Servidora   30-09-2019 18:54:39
Agora pague o RGA porque trabalhar trabalhamos muito ao contrário do que se prega

Responder

1
0
servidor público CONCURSADO  30-09-2019 14:44:06
Até que enfim, após quatro décadas resolveram valorizar a importância de nós servidores. Antes tarde do que nunca. Parabéns aos envolvidos.

Responder

1
0

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE