Cuiabá, 21 de Agosto de 2019

GERAL
Quinta-feira, 07 de Fevereiro de 2019, 14h:50

EM CUIABÁ

Lista que acusa cuiabanos de agressão viraliza na internet

Vithória Sampaio
Da Redação

(Foto:Reprodução)

Uma lista que viralizou na internet, construída em grupos femininos de Whatsapp, acusa homens de Cuiabá de cometer abuso, assédio e agressão verbal. O caso teve maior repercussão no Twitter e veio à tona nesta quarta-feira (07).

A lista contém os nomes de 63 homens, que não serão divulgados por preservação. De acordo com relatos, a lista foi criada por garotas e tinha como nome " Machos para se manter distância". O objetivo, segundo publicações no Twitter, era uma forma de proteger as mulheres que têm medo de falar o que sofrem.

Luan Zanol, um dos citados na lista e influente em Cuiabá, publicou um posicionamento no Instagram. "Eu não sei qual é o princípio, qual é a causa, a base e critério. Só sei que meu nome foi parar lá de alguma forma. Eu vou fazer um boletim de ocorrência, porque quando uma mulher é agredida, o que ela precisa fazer é procurar a polícia. Como colocaram meu nome em algo que eu não faço parte?”, questiona.

 Ele pede que as pessoas responsáveis pela lista tenham consciência. “Eu vou fazer a minha parte e espero que essas pessoas tenham consciência do que elas estão causando. A intenção não é boa, pois a forma de ajudar é procurar profissionais que façam seu trabalho" disse.

Elvis Braga e João Guilherme, outros dois citados, criaram um grupo no WhatsApp em que 16 dos homens que foram citados fazem parte, "Nos sentimos injustiçados em ver nossos nomes citados em vão, e criamos o grupo para nos ajudar e procurar uma forma de fazer justiça", pontuou.

Galeria de fotos:


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE