Cuiabá, 27 de Junho de 2019

CIDADES
Segunda-feira, 10 de Junho de 2019, 09h:05

SALÁRIOS ATRASADOS

Motoristas de ônibus param 100% da frota em Cuiabá e Várzea Grande

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Reprodução)

Motoristas do transporte público de Cuiabá e Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá) iniciaram uma paralisação, na madrugada desta segunda-feira (10), e não tem nenhum ônibus em circulação. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários da baixada Cuiabana (Sintrobac), os motoristas cobram um acordo salarial.

A categoria se reuniu em assembleia geral, na sexta-feira (7), e decidiram aderir a greve geral a partir desta segunda-feira. Cerca de 270 mil usuários ficam sem locomoção nesta segunda-feira, já que a paralisação dos motoristas é de 100%.

O sindicato informou ainda que os funcionários do transporte público têm alegado a dificuldade de receber os salários, pois o pagamento só tem sido realizado entre os dias 19 e 20 de cada mês.

Segundo a categoria, foi feito um acordo coletivo com as empresas, em que o pagamento dos salários seriam feitos no quinto dia útil do mês. Porém, os trabalhadores alegam que as empresas não têm cumprido e esse problema já soma há mais de seis meses.

O presidente do sindicato, Ledevino da Conceição, alertou ainda que na sexta-feira (14), está programada outra paralisação em todo o país organizada pelas centrais sindicais. Em torno de mil motoristas irão aderir ao movimento em Mato Grosso.

A paralisação de sexta-feira será em apoio aos professores, trabalhadores das indústrias, servidores públicos e diversos outros ramos de atividades.

“Estamos participando da organização e buscando mobilizar o maior número possível de trabalhadores para esse dia de protesto contra a retirada de nossos direitos, principalmente contra as ameaças contidas no projeto de reforma da previdência, que do jeito que está irá dificultar em muito o acesso à aposentadoria, direito sagrado do trabalhador brasileiro. Por isso, no dia 14 nossa categoria irá cruzar os braços em protesto contra essa situação. O transporte coletivo vai parar na Capital e em Várzea Grande!”, avisou Ledevino.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE