Cuiabá, 24 de Julho de 2019

CIDADES
Segunda-feira, 08 de Julho de 2019, 16h:28

"RECONSIDERE DESCLASSIFICAÇÃO"

MP pede que prefeitura e empresa excluam teste de HIV exigido em concurso

Única News
Com assessoria

Reprodução / Internet

O Ministério Público do Estado (MPE) notificou a prefeitura de Juína e a empresa Atame para que excluam imediatamente o teste de HIV da lista de exames exigida aos aprovados em concurso público na área de saúde. O MP recomenda ainda que seja reconsiderada qualquer desclassificação de candidatos por possuírem o vírus HIV. 

Na notificação, encaminhada nesta segunda-feira (08) ao município e à Comissão de Concurso, o promotor de Justiça Marcelo Linhares Ferreira estabelece o prazo de até 30 dias para resposta à recomendação. Segundo ele, a ausência de manifestação por parte do município será interpretada como recusa e implicará na adoção das medidas cabíveis no âmbito judicial.

De acordo com a Lei 12.984/14, negar emprego ou trabalho à pessoa portadora de HIV é considerado crime. A Recomendação 200/2010 da Organização Internacional do Trabalho dispõe que “o estado sorológico de HIV, real ou suposto, não deveria ser motivo de discriminação para a contratação ou manutenção do emprego”.

O promotor de Justiça alerta ainda que a Recomendação 7/2014 do Conselho Federal de Medicina protege os profissionais médicos de eventuais práticas discriminatórias, inclusive reconhecendo que a profilaxia adequada impede a contaminação do paciente.


1 COMENTÁRIO:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Luiz  12-07-2019 15:02:33
Mas que absurdo esse MP, caso seja soropositivo, como vai prestar de forma continuada o serviço público se passar grande parte do tempo realizando tratamentos. falta do q fazer.

Responder

0
0

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE