Cuiabá, 19 de Outubro de 2019

CIDADES
Quinta-feira, 10 de Outubro de 2019, 10h:57

VEJA AS FOTOS

PF resgata animais domésticos abandonados por garimpeiros em Aripuanã

Elloise Guedes
Única News

(Foto: PF-MT)

Animais domésticos foram capturados por policiais federais, na última terça-feira (8), durante a segunda fase da Operação Trypes, que na segunda-feira (7), a PF encerrou as atividades de um garimpo ilegal em Aripuanã (a 976 km de Cuiabá), com apoio das forças policiais do Estado.

No momento da desocupação, os policiais incentivaram os garimpeiros a levarem consigo seus animais, porém alguns foram deixados para trás.

Seis cães e dois gatos foram resgatados e encaminhados a uma empresa especializada em acolhimento de animais, onde receberam atendimento veterinário e serão posteriormente encaminhados para adoção.

Um dos cãezinhos foi adotado por um policial federal e depois de receber atendimento veterinário viajará de viatura até seu novo lar.

Operação Trypes

A Polícia Federal deflagrou na quinta-feira (26) a Operação Trypes, com o objetivo de desarticular organização criminosa atuante na extração e comercialização ilegal de ouro da Amazônia Legal.

Cerca de 60 policiais federais cumprem 16 mandados de busca e apreensão, dois mandados de suspensão de atividade econômica, dois mandados de bloqueio de contas e seis mandados de prisão preventiva nos municípios mato-grossenses de Aripuanã, Alta Floresta, Juína, Nova Bandeirantes e Paranaíta.

As investigações apontam que a comercialização ocorria por meio de um articulado esquema de lavagem de dinheiro, envolvendo emissão de documentos falsos e uso de contas bancárias abertas para esta específica finalidade criminosa.

Nome da operação

O nome da operação deriva da palavra grega “trypes” que significa “buracos”. Esta é uma alusão à situação em que ficou a região após a ação dos criminosos.

Galeria de fotos:


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE