Cuiabá, 13 de Novembro de 2019

CIDADES
Domingo, 20 de Outubro de 2019, 09h:22

ADUFMAT

Professores da UFMT emitem carta em apoio à professora agredida em festa

Única News

Frame/Única News

A Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso (ADUFMAT), campus Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, emitiu uma carta, na sexta-feira (18), em apoio à professora Lisanil Conceição Patrocínio Pereira, que foi arrastada e detida na festa de uma igreja católica, em Campos de Júlio (a 692 km de Cuiabá), no último domingo (13).

A entidade afirma que a professora foi humilhada durante o evento e alega violência por motivação política.

A professora, que vestia uma camiseta com as frases 'Lute como uma Garota' e 'Lula Livre', disse à Associação dos Docentes da Universidade do Estado de Mato Grosso (Adunemat) que foi 'abordada de forma ostensiva pelos participantes que comentavam e a olhavam com estranheza e desdém pelas marcas de sua orientação política, estampada na camiseta'.

“Registramos nosso total repúdio aos atos violentos que a professora Lisanil, mulher negra, mãe, trabalhadora, pesquisadora, cientista, chefe de família, militante do Partido dos Trabalhadores foi vítima”, diz trecho da carta.

Os participantes e organizadores do evento alegaram que a professora causou tumulto e confusão no local e, por isso, chamaram a polícia. Eles acusaram a professora de estar transtornada e embriagada.

A Polícia Civil explicou que a professora foi detida e autuada em flagrante pelos crimes de pertubação do sossego, desacato e resistência. Ela pagou fiança de R$ 2,5 mil na segunda-feira (14) e foi solta.

“Todos [da festa] incapazes de dividir o espaço com uma pessoa de posicionamento ideológico diferente, incomodados com o simples fato de Lisanil solicitar músicas regionais, é possível ver que a ação violenta foi cometida por homens que a arrastaram pelo chão do salão paroquial, expondo suas partes íntimas, desrespeitando absolutamente sua condição humana”, ressaltou a ADUFMAT na carta.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE