Cuiabá, 15 de Dezembro de 2018

NESTA ÉPOCA DO ANO

Sábado, 13 de Janeiro de 2018, 16h:47 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Saúde alerta para ações preventivas contra o Aedes aegypti

Da Redação

(Foto: AP Photo/Ricardo Mazalan)

zika-vaccine_fran.jpg

Mosquitos Aedes aegyti é transmissor da doença

O clima quente e úmido, aliado ao período de férias, em que muitas casas ficam vazias e acumulam lixos, contribui para proliferação do Aedes aegypti, vetor da dengue, zika vírus e das febres chikungunya e amarela.  Frente ao risco, a Prefeitura de Cuiabá reforça por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a importância da população no combate à procriação do mosquito.

 

De acordo com Alessandra Carvalho, coordenadora da Unidade de Vigilância em Zoonoses da Capital, 90% dos focos do Aedes aegypti estão nas residências. Por esta razão, a mobilização dos cuiabanos contra o mosquito já vem sendo feita pela SMS, por meio do Comitê de Ação Preventiva ao Mosquito Aedes aegypti, instituído pelo Prefeito Emanuel Pinheiro, através do Decreto Municipal nº 6.207, de 02 de janeiro de 2017. Entretanto, segundo ela, muitos cidadãos ainda precisam compreender o papel que realmente devem exercer frente ao problema.

 

“Esse percentual acontece porque algumas pessoas, mesmo sabendo dos riscos que correm, não assumem o papel de fiscalizador de suas residências e da vizinhança. É principalmente nessa missão, que contamos com o apoio da população, para redobrarmos as atenções em todas as épocas do ano”, frisou.

 

O Agente de Combate às Endemias (ACE), Hélio Silva que atua na conscientização de alunos municipais por meio do setor de Educação em Saúde da Diretoria de Vigilância em Saúde (Divisa) ressalta que uma tampa de garrafa pet, pneu velho ou qualquer lixo que possa acumular água, e que é descartado irregularmente, além de tirar a beleza da cidade, são ambientes ideais para a fêmea do mosquito ‘alojar os ovos’. Após isso, o calor facilita a eclosão dos mesmos. Entretanto, ele afirma que medidas simples, realizadas em apenas 10 minutos por dia, podem colaborar efetivamente para a eliminação dos focos.

 

“A prevenção é a maior arma que temos contra o Aedes aegypti. Por isso, a orientação que repassamos é sempre a mesma: manter quintais limpos, armazenar garrafas vazias e demais recipientes que possam acumular água sempre de ‘boca para baixo’ ou mantê-los devidamente protegidos com tampas. Manter caixas d’água devidamente tampadas, vasos e os pratos de plantas com areia. Manter a limpeza de calhas (se possível três vezes ao ano) e piscinas vazias ou cobertas por lonas. Além disso, devemos depositar hipoclorito de sódio (alvejante) em ralos externos e internos. Essas e outras ações devem fazer parte do cotidiano de todos”, disse o ACE.

 

A SMS também pede que a população fique atenta aos sintomas da dengue, zika vírus e das febres chikungunya e amarela. “A febre amarela pode ser evitada através da vacina -, disponível em todas as Unidades Básica de Saúde. Com apenas uma única dose, a pessoa estará imunizada contra a doença. Todavia, ao apresentar sintomas dessas doenças, procurare imediatamente a unidade de Saúde mais próxima de sua residência para realização de exames, diagnóstico correto, e em caso de confirmação, fazer a notificação”, orientou Elizeth Araújo, Secretária Municipal de Saúde de Cuiabá. (Com Assessoria)

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Nov 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br