Única News

Sexta-feira, 17 de Maio de 2019, 19h:01

Mulher de líder de facção que dava apoio a roubos é presa em VG

Única News
Da Redação

Uma mulher acusada de integrar uma associação criminosa envolvida na prática de diversos roubos em empresas na região metropolitana teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (17), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos e Várzea Grande (Derf-VG).

Suellem Cristina Guimarães Alves, é casada com o líder do grupo e mentor dos roubos e seria responsável por dar apoio logístico às ações da associação criminosa. Além da prisão da suspeita, Wesley Souza Nunes, identificado como um dos executores dos assaltos, teve o mandado de prisão cumprido na Penitenciária Central do Estado (PCE), onde estava preso por participação em outro assalto.

A associação criminosa a qual os suspeitos fazem parte seira responsável pelo roubo ocorrido na manhã de 02 de fevereiro, na Lojas Americanas, no bairro Cristo Rei. Na ocasião, dois homens armados invadiram a loja, renderam funcionários e subtraíram grande quantidade de aparelhos celulares. Além das ameaças com emprego de arma de fogo, um dos criminosos agrediu um funcionário fisicamente com coronhadas na cabeça.

Durante as diligências para apurar os fatos, os policiais da Derf-VG identificaram quatro integrantes da associação criminosa envolvida no roubo. Segundo as investigações da Derf-VG, a função de Suellem era dar suporte logístico nas imediações do local de crime, utilizando um veículo Toyota Corolla de propriedade do seu marido.

O marido de Suellen possui duas condenações pela prática de roubo majorado e está em liberdade mediante uso de tornozeleira, atuando na coordenação das ações criminosas do grupo. Nas investigações também ficou comprovado que o casal pagou R$ 1 mil para esconder um veículo Chevrolet Prisma, também roubado pelo grupo, em uma casa no bairro Santa Cruz, em Cuiabá.

Diante dos levantamentos, a delegada Elaine Fernandes da Silva, representou pela prisão dos quatro suspeitos pelos crimes de associação criminosa e roubo majorado, sendo três das ordens judiciais deferidas pela Justiça. De acordo a delegada, os suspeitos são criminosos contumazes na prática de roubos em empresas de Cuiabá e Várzea Grande, e Suellem seria responsável por garantir a execução dos assaltos planejados pelo marido.

“Ele possui duas condenações criminais por roubo majorado e se vale monitoramento eletrônico para não ser vinculado aos crimes praticados pelo grupo que lidera. Desta forma, o suspeito fica blindado para realizar o planejamento, a articulação logística dos assaltos contando com apoio da sua esposa e comparsa”, disse Elaine.


Fonte: Única News

Visite o website: www.unicanews.com.br