Cuiabá, 15 de Dezembro de 2019

POLÍCIA
Sexta-feira, 08 de Novembro de 2019, 14h:32

CHEQUES SEM FUNDO

Casal é alvo da polícia após dar golpe de R$ 2 milhões em compras de gado

Única News
Da redação

(Foto: Reprodução/Web)

Um casal suspeito de aplicar um golpe de mais de R$ 2 milhões na compra de cabeças de gado, utilizando cheques sem fundos, teve mandados de prisões preventivas cumpridos na operação “Boi Voador”, deflagrada nesta quinta-feira (8), em Barra do Garças (a 509 km de Cuiabá),

O mandado de prisão foi expedido pela 2ª Vara Criminal de Barra do Garças, contra E.T.A.F., de 52 anos, conhecido como “Vandinho”, e M.C.S., pelo crime de estelionato. A operação recebeu o nome de “Boi Voador”, já que a aquisição do gado era realizada com cheques sem fundo, popularmente conhecidos como “cheques voadores”.

De acordo com as investigações, o suspeito era conhecido como comprador de gado na região, após ganhar a confiança dos produtores. Ele comprou mais de 500 cabeças de bovinos, em diversas propriedades da região do Araguaia, incluindo municípios vizinhos no estado de Goiás.

A compra era realizada com cheques pré-datados para 30 ou 60 dias, emitidos pela suspeita M.C.S. e que não possuíam saldo para compensação.

O produtor rural que vendia os animais retirava a GTA e a nota fiscal, colocando nos documentos que o gado seria transportado para arrendamentos rurais nos municípios de General Carneiro, Portal do Araguaia, Torixoréu, Baliza (GO) e Piranhas (GO).

O casal foi preso em Guarantã do Norte e os dois serão recambiados para Barra do Garças.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE