Cuiabá, 15 de Dezembro de 2019

POLÍCIA
Sexta-feira, 01 de Novembro de 2019, 17h:59

OPERAÇÃO 404

Dois são alvo de operação contra a pirataria em VG; prejuízo chega a R$ 9 bilhões

Única News
Da Redação

(Foto: Divulgação/PJC)

A Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso cumpriu dois mandados de busca e apreensão domiciliar, pela Operação 404, no combate à pirataria digital no Brasil, deflagrada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, na manhã desta sexta-feira (1).

Em Mato Grosso, as duas ordens de buscas tinham como alvo endereços localizados na cidade de Várzea Grande. No primeiro alvo, o suspeito não foi localizado. O segundo alvo, no bairro Jardim Maringá I, resultou na prisão em flagrante do suspeito J.S.T., de 38 anos, pelo crime de violação de direito autoral qualificada.

No local, foram encontrados um computador e um aparelho celular, em que se encontrava a lista de clientes cadastrados, com mais de 1.500 nomes.

Segundo o delegado da Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), Eduardo Botelho, o prejuízo causado às empresas é superior a R$ 9 bilhões. “O contrato com uma televisão por assinatura convencional tem, em média, o valor de R$ 250 mensais. O suspeito cobrava R$ 12 para disponibilizar os mesmos canais aos clientes que contratavam seus serviços”, explicou Botelho.

As investigações continuam para identificar pessoas que adquiriram o pacote ilícito de canais, que poderão responder por receptação.

Coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (SEOPI), a operação 404 cumpre 30 mandados de busca e apreensão, bloqueio e/ou suspensão de 210 sites e 100 aplicativos de streaming ilegal de conteúdo, desindexação de conteúdo em mecanismos de busca e remoção de perfis e páginas em redes sociais.

A operação é realizada também nos estados do Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Paraíba, Pernambuco, Santa Catarina e São Paulo.

O nome da operação “404” é uma alusão ao número do protocolo HTTP de erro, indicando que uma página da web não foi encontrada.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE