Cuiabá, 21 de Setembro de 2019

POLÍCIA
Sexta-feira, 16 de Agosto de 2019, 10h:47

EM CUIABÁ

Operação cumpre 10 mandados, fecha pontos de drogas e apreende R$ 16 mil

Única News
Da Redação

(Foto: PJC-MT)

Dez mandados de busca e apreensão domiciliar foram cumpridos em uma operação integrada da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Civil e Polícia Miliar, deflagrada na manhã desta sexta-feira (16) em Cuiabá. O trabalho resultou no fechamento de quatro pontos de venda de entorpecentes, com 6 pessoas presas (dois homens e quatro mulheres), além da apreensão de drogas, arma de fogo, veículo e dinheiro.

A operação foi deflagrada com objetivo de reprimir crimes de tráfico de drogas, roubos e furtos e contou com a atuação da Delegacia de Repressão a Entorpecentes, da Polícia Civil e equipes do 1ºBPM, 3ºBPM, 9ºBPM, 10ºBPM e Força Tática da Polícia Militar

As ordens judiciais de busca e apreensão domiciliar foram expedidas pela 13ª Vara Criminal de Cuiabá tendo como alvo 10 endereços, nos bairros Parque Ohara, Lixeira, Itamaraty, Alto Parque II, Araés e Areâo.

Durante as buscas foram apreendidos porções de entorpecentes, entre maconha, cocaína e pasta base de cocaína, caderno com anotações de contabilidade do tráfico, grande quantia em dinheiro e outros apetrechos relacionados a atividade ilícita.

Em um dos alvos, além de porções de entorpecentes foram apreendidos, uma pistola ponto 40, aproximadamente 30 munições, vários objetos possivelmente de origem ilícita, uma caminhonte S-10 e mais de R$ 16 mil em dinheiro. Em outra residência, os policiais apreenderam R$ 1.156 também adquirido com o comércio de entorpecentes.

A operação resultou em quatro flagrantes, com seis pessoas presas por envolvimento com o tráfico. Os suspeitos foram conduzidos a DRE, onde após serem interrogados foram atuados por tráfico.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE