Cuiabá, 10 de Dezembro de 2019

POLÍCIA
Segunda-feira, 02 de Setembro de 2019, 09h:25

EM CUIABÁ

Ossada humana é encontrada dentro de poço artesiano em clube de tiro

Elloise Guedes
Única News

(Foto: PM-MT)

Uma ossada humana foi encontrada dentro de um poço artesiano, na tarde desse domingo (1º), em uma chácara, no bairro Jardim Vitória, em Cuiabá. Na chácara funciona um clube de tiro e também uma pista de aeromodelismo.

Segundo o boletim de ocorrência, um homem que praticava aeromodelismo no clube encontrou o poço artesiano e, ao olhar o que havia dentro, viu ossadas que aparentavam ser humanas.

O proprietário do clube acionou a Polícia Militar e a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O caseiro do local informou aos policiais que sua filha está desaparecida há 3 anos e suspeita que esta ossada seja dela.

A ossada foi encaminhada para análise e DNA. A DHPP está investigando o caso.

Veja a ocorrência encaminhada pela assessoria da Polícia Judiciária Civil

Ocorrência de natureza tipo Encontro de Cadáver, data: 01/09/2019 ás 18h30, na BR 251- acesso a Chapada dos Guimarães km 11.

A equipe da Polícia Militar foi acionada via CIOSP para atendimento de uma ocorrência de encontro de uma ossada na estrada da Chapada no KM 11. No local funciona um Clube de Tiros e uma pista de aeromodelismo, um sócio perdeu seu avião o qual fazia prática de aeromodelismo e contratou uma pessoa para encontrar o avião. Nessas buscas por volta das 10:30h, ao abriu a tampa do poço que esta localizado próximo a pista de aeromodelismo e percebeu que havia uma ossada humana boiando. No local um casal que trabalha como caseiro informou que sua filha esta desaparecida desde 10/07/2017.

Desaparecimento

Kátia Oliveira Martins, 28 anos, saiu de casa juntamente com companheiro (José Correira Brito Filho), e com o filho de 7 meses, dizendo que iriam dormir na casa da mãe do marido. Após, a mãe informou que não teve mais contato com a filha. Tentou por várias vezes ligar para ela, mas não teve êxito. Ela (mãe) achava que estava na casa da sogra e estava bem. Mas no dia 19/07/17, a sogra de Kátia foi até a sua casa, junto com um homem que não a conhece, e deixado a criança com ela e falado que o casal tinha ido procurar uma chácara na região do manso, para morar. Desde então, não voltaram mais. E com isso a sogra foi até a casa da mãe de Kátia para deixar a criança.

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoas (DHPP) já tem inquérito policial instaurado no Núcleo de Pessoas Desaparecidas, que apura suposto crime de homicídio. Agora com a localização da ossada, a Polícia Civil vai pedir o confronto de DNA para confirmar se trata da moça desaparecida e tomar as medidas cabíveis ao caso.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE