Cuiabá, 17 de Outubro de 2019

POLÍCIA
Terça-feira, 07 de Maio de 2019, 19h:27

EM PORTO ESPERIDIÃO

Suspeito de furtar objetos de serralheria é preso

Única News
Com assessoria

PJC

Um homem acusado de furtar fios elétricos e outros objetos de uma serralheria em Porto Esperidião (a 326 km a Oeste de Cuiabá) foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, nesta terça-feira (07), logo após cometer o crime. O suspeito, R.D.S.S., 26, foi flagrado em posse dos objetos furtados e após ser conduzido a delegacia chegou a pedir desculpas para a vítima.

O furto ocorreu por volta de meio dia de hoje, em uma serralheria no bairro Parque das Américas, área nobre de Porto Esperidião. O suspeito aproveitou para praticar o crime no momento em que o proprietário do estabelecimento saiu para o almoço, porém moradores da região perceberam a presença do criminoso e acionaram a equipe da Polícia Civil.

Imediatamente, os policiais da Delegacia da cidade se deslocaram até o endereço, onde encontraram o suspeito no quintal da casa vizinha. Segundo os policiais, o criminoso pulou o muro de duas casas vizinhas para chegar ao estabelecimento alvo do furto.

No local, foi constatado que ele arrombou a porta da serralheria e subtraiu diversos objetos como fiação elétrica, cabo 10 mm, vários rolos de fios que estavam prontos para serem carregados, além de perfume importado, pacotes de balas e rolos de papel higiênico. Questionado, o detido apresentou informações desencontradas, mas em seguida confessou ter furtado os produtos.

Diante das evidências, o suspeito foi conduzido a Delegacia do município, onde em contato com o proprietário do estabelecimento pediu desculpas pela ação criminosa. O preso foi interrogado e em seguida autuado em flagrante pelo crime de furto. Os objetos apreendidos foram restituídos a vítima.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE