Cuiabá, 12 de Dezembro de 2019

POLÍCIA
Sexta-feira, 01 de Novembro de 2019, 08h:21

"DROGAS DELIVERY"

Traficantes utilizavam aplicativo de refeições para vender drogas em Cuiabá

Única News
Com Assessoria

(Foto: PJC-MT)

Dois homens, que utilizavam aplicativo de refeições para comercializar entorpecentes, foram presos pela Polícia Judiciária Civil, no final da tarde de quarta-feira (30), em Cuiabá, durante diligências para averiguar denúncia anônima.

A ação, realizada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), resultou na apreensão de dois tabletes e várias porções de maconha, droga sintética, dinheiro, balanças de precisão, entre outros objetos.

Erlon Fábio de Campos Junior, 19, e Diego Malagole da Silva, 22, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção ativa. Os suspeitos foram surpreendidos pelos policiais civis em uma residência no bairro Recanto dos Pássaros.

Após denúncia de um endereço usado para venda de drogas na região, os policiais civis da DRE diligenciará até o local para apurar as informações. Foram realizados monitoramentos nas proximidades da casa apontada, sendo constatada as suspeitas.

No final da tarde de quarta-feira (30), os investigadores avistaram o momento em que um rapaz saía do imóvel em uma motocicleta, carregando uma mochila box de cor verde.

Em ato contínuo foi feito o acompanhamento do indivíduo e feita a abordagem alguns metros a frente. Na mochila box carregada pelo suspeito Erlon, foram encontradas sete porções de maconha.

Em seguida, a equipe da Polícia Civil retornou ao endereço, de onde o suspeito havia saído. Ao perceber a presença dos policiais, um outro indivíduo que estava na casa tentou fugir, porém foi detido.

No local, foi apreendida grande quantidade de entorpecentes, duas balanças de precisão, aparelhos celulares, R$ 125 em dinheiro, além de vários materiais utilizados para a traficância.

Na ocasião, o suspeito Diego tentou subornar os policiais civis da oferecendo a quantia de R$ 10 mil reais, para ser liberado da situação de flagrante.

Já o segundo envolvido, Erlon, apontou outra residência onde tinha uma porção de droga sintética, conhecida como “MD”, escondida dentro do guarda-roupa, a qual foi devidamente localizada e apreendida.

Diante dos fatos, os dois suspeitos foram conduzidos à DRE junto ao material apreendido, interrogados e autuados por tráfico de drogas e corrupção ativa. Após a confecção dos autos, os presos foram apresentados para audiência de custódia, no Fórum da Capital.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE