Cuiabá, 27 de Junho de 2019

POLÍCIA
Terça-feira, 05 de Junho de 2018, 15h:05

ASSALTO EM SHOPPING

Vídeo de PM atirando em ladrão viraliza e obriga Sesp a investigar caso

Da Redação

(Foto: divulgação/internauta)

ASSALTO VIVARA.jpg

 

Vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento que assaltante é executado por policial militar, após roubo a joalheria "Vivara", nesta segunda-feira (4), no Shopping Goiabeiras, em Cuiabá. Adriano Junior Siqueira Almeida, de 19 anos, fugiu após o roubo se escondendo em uma "moita" e se entregou após um disparo do policial contra ele. Ele morreu ao ser atendidno no Pronto Socorro da capital.

 

Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT), as imagens serão investigadas e a Corregedoria da PM deve abrir um inquérito para apontar se houve falhas da polícia na prisão dos ladrões.

 

O assalto foi registrado por volta das 13h, onde a quadrilha invadiu o shopping fazendo funcionários e clientes reféns. Segundo a Polícia Militar, jóias foram levadas e a vitrine do local esvaziada, além de outras guardadas no interior da loja.

 

O vídeo foi gravado por uma internauta que estava em um prédio em frente ao terreno do ocorrido, no bairro Duque de Caxias.

 

Na fuga, Adriano tentou se esconder em um terreno baldio aberto, acreditando que os policiais não o encontraria. No entanto, dois policiais se aproximaram do local e ainda assim não se entregou. 

 

Em seguida, o policial dispara um tiro contra Adriano acertando o ombro do suspeito. Ao ser baleado, ele se entregou à policia saindo da moita e deitando-se ao chão.

 

Foram presos também Thiago Barro Borges, de 23 anos e Alisson Alexandre Anastácio, de 21 anos. Outros dois suspeitos que também teriam participado da ação fugiram em um carro e ainda não foram identificados pela polícia.

 

Segundo a Polícia Militar, eles usaram arma de uso restrito e um carro roubado de um sargento da PM. 

 

Veja o vídeo:

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE