Cuiabá, 10 de Dezembro de 2019

POLÍTICA
Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019, 15h:34

NATAL E ANO NOVO

Com votações atrasadas, Botelho ameaça suspender recesso de fim de ano na ALMT

Euziany Teodoro
Única News

JL Siqueira/ALMT

O presidente da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), ameaçou suspender o recesso de final de ano caso as pautas do plenário continuem atrasadas. Várias votações estão em atraso, como a Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2020 e o Plano Plurianual (PPA) do Governo do Estado, projeto de Cota Zero para a pesca e vários outros.

O recesso, que englobaria as semanas do Natal e do Ano Novo, cerca de 15 dias, seria suprimido para obedecer aos prazos. “Não tem outro jeito. É o Regimento Interno e eu sou escravo do Regimento”, justificou.

Na sessão plenária desta quarta-feira (13), ele já fez o alerta aos demais deputados. “Ainda estou com esperança que conseguirmos votar (em tempo), mas está atrasado. Pelo andar, é possível que a gente não consiga aprovar agora em dezembro, se não conseguir, já estou convocando os deputados dizendo que a Assembleia não tem recesso e eles precisarão vir trabalhar”, avisou.

Feriado

O que piora o andamento das pautas são os dois feriados nos próximos dias. Sexta-feira, dia 15, é feriado da Proclamação da República e, na quarta, dia 20, feriado da Consciência Negra.

“Na próxima semana tem um feriado na quarta-feira. Para evitar problema de quórum na sessão de quinta (21), por que muitos deputados são do interior e vão na quarta para o interior, aí acaba que tendo dificuldade para voltar, então nós estamos antecipando essa sessão de quinta e faremos ela na terça (19) de manhã”.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE