Cuiabá, 22 de Outubro de 2019

POLÍTICA
Quinta-feira, 29 de Agosto de 2019, 11h:30

SILVAL E CIA

Juiz determina que investigação da Sodoma seja encaminhada à Justiça Eleitoral

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Reprodução)

O juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, declinou competência e passou o processo que investiga fraudes praticados pelo grupo do ex-governador Silval Barbosa para a Justiça Eleitoral de Mato Grosso. A decisão do magistrado é de terça-feira (27), porém, foi publicada no Diário de Justiça dessa quarta-feira (28).

As fraudes, descobertas na 5ª fase da Operação Sodoma, chegaram a desviar o montante de R$ 8,5 milhões no consumo de combustíveis entre 2011 e 2014.

Além do ex-governador Silval Barbosa, estão inclusos o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Francisco Anis Faiad, José de Jesus Cordeiro, Pedro Elias Domingos de Mello, Cesar Roberto Zilio, Silvio Cezar Corrêa, Juliano Cezar Volpato, Edésio Corrêa, Valdísio Juliano Viriato, Alaor Alvelos Zeferino de Paula e Diego Pereira Marconi.

No início deste mês, o juiz desmembrou a ação em relação ao ex-secretário de Administração, Francisco Faiad. Os demais envolvidos na 5ª fase da Operação Sodoma, estão depondo desde terça-feira até esta quinta-feira.

A ação investiga as fraudes em pagamento de propina, desvio de dinheiro público e fraudes em licitação que supostamente foram realizados por representantes da empresa Marmeleiro Auto Posto Ltda e Saga Comércio Serviço Tecnológico e Informática Ltda, em que a organização criminosa comandada por Silval Barbosa era beneficiada.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE