Cuiabá, 18 de Janeiro de 2020

POLÍTICA
Terça-feira, 05 de Novembro de 2019, 16h:01

NA JUSTIÇA MILITAR

Julgamento de militares envolvidos na Grampolândia começa nesta quarta, 6

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Reprodução)

Grampolândia

 

Inicia nesta quarta-feira (6), com a previsão de se estender até a sexta-feira (8), a partir das 13h30, o julgamento do esquema de interceptações telefônicas ilegais em Mato Grosso, que ficou conhecido como a “Grampolândia Pantaneira”.

Serão julgados os militares: coronel Zaqueu Barbosa, coronel Evandro Lesco, coronel Ronelson Jorge, tenente coronel Januário Edwirges e o cabo da Polícia Militar, Gerson Correa Júnior.

As datas foram marcadas no dia 15 de outubro, pelo juiz Marcos Faleiros, da 11ª Vara Criminal da Justiça Militar.

Gerson, Lesco e Zaqueu são apontados pelo Ministério Público Estadual (MPE) como os principais responsáveis pelo esquema, desde a montagem até a execução. Zaqueu e Lesco confessaram, em depoimento em julho deste ano, o envolvimento de políticos e membros do MPE.

Todos são acusados de participar do esquema que grampeou mais de 800 números telefônicos, entre políticos, jornalistas, advogados e empresários.

O esquema veio à tona na gestão de Pedro Taques (PSDB), em 2017, mas as interceptações teriam começado em 2014, ainda no governo de Silval Barbosa. A interceptação foi autorizada judicialmente, através de fraude usado com a técnica chamada “barriga de aluguel”, quando pessoas que não têm qualquer ligação com outras investigações são grampeadas.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE