Cuiabá, 24 de Agosto de 2019

POLÍTICA
Quarta-feira, 26 de Junho de 2019, 10h:27

TRENDING TOPICS DO TWITTER

Medeiros se refere a marido de Glenn como "parceiro sexual" e é chamado de homofóbico

Euziany Teodoro
Unica News

Senado

Uma declaração do deputado federal por Mato Grosso, José Medeiros (Podemos), o colocou no trending topics do Twitter desde esta terça-feira (25). Já são 18 mil menções a ele, tachado como homofóbico nas redes sociais. Ele manteve seu posicionamento no Twitter e fez uma enquete, questionando se merecia cassação por quebra de decoro. A maioria dos internautas disse que sim (78%).

Twitter

Medeiros Twitter Glenn

 

Medeiros, da base governista do presidente Jair Bolsonaro (PSL), provocou forte reação de outros parlamentares durante depoimento do jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, na Comissão de Direitos Humanos da Câmara.

Depois de fazer uma série de perguntas sobre dinheiro, relações políticas e espionagem, Medeiros questionou o jornalista sobre o "parceiro sexual" dele, o deputado David Miranda (PSOL-RJ).

"Parceiro sexual?", reagiram, surpresos, deputados que participam da sessão.

"Parceiro sexual, não! Marido", gritou a deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ).

Ele passou a ser chamado de homofóbico já na sessão, por vários deputados que acompanhavam o depoimento.

O presidente da Comissão, Helder Salomão (PT-ES), pediu a exclusão do termo "parceiro sexual" da ata da audiência. Greenwald é casado com Miranda.

"Ele tem vergonha de ser casado com o Miranda? Não", tentou se explicar Medeiros.

O clima, que parecia esfriar, voltou a ficar tenso momentos depois. Medeiros interrompeu uma das respostas de Greenwald com uma outra pergunta de cunho sexual.

"O senhor não transa com seu parceiro?", questionou. A pergunta, em tom de deboche, irritou o presidente da Comissão.

"Deputado Medeiros, o senhor está faltando com o decoro!", disse Salomão.

Em resposta, Greenwald disse que não é a primeira vez que Medeiros faz abordagem sobre ele com insinuações de caráter sexual. O jornalista lembrou que homofobia é crime e reafirmou que não há nada demais na relação dele com Miranda.

"Meu marido é meu marido", disse. (Com O Globo)


1 COMENTÁRIO:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Silvio Acosta  26-06-2019 13:24:02
Silvio Acosta, seu comentário foi vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE