Cuiabá, 23 de Setembro de 2019

POLÍTICA
Sexta-feira, 13 de Setembro de 2019, 15h:38

GRAMPOLÂNDIA PANTANEIRA

MP denuncia Rogers Jarbas por ameaçar delegado em supermercado

Claryssa Amorim
Com assessoria

(Foto: Reprodução)

O Ministério Público de Mato Grosso denunciou, nesta sexta-feira (13), o ex-secretário de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), delegado Rogers Jarbas, por ameaçar o delegado Flávio Stringueta, que o investigava no caso das interceptações ilegais, esquema que ficou conhecido como a “Grampolândia Pantaneira”.

Stringueta era responsável pelas investigações, que deflagrou a Operação Esdras, que resultou na prisão de Jarbas por envolvimento nos grampos.

Segundo a denúncia, a ameaça aconteceu no dia 28 de março do ano passado, no interior de um supermercado em Cuiabá. O MP cita que Jarbas passou a “mapeá-lo”.

Ressalta ainda o MP que, após as tentativas de intimidação no interior do supermercado, Rogers ainda procurou o delegado Stringueta no estacionamento provocando uma discussão, chamando-o de “safado” e instando-o a resolver as coisas de “homem pra homem”.

As imagens do circuito interno, de acordo com a denúncia, demonstram que a investida do denunciado Rogers teve “requinte de premeditação”.

Para o MP, o crime consiste em “usar violência ou grave ameaça, com o fim de favorecer interesse próprio ou alheio, contra autoridade, parte ou qualquer outra pessoa que funciona ou é chamada a investir em processo judicial, policial, administrativo ou em juízo arbitral”. A pena é de um a quatro anos de reclusão e multa.

A denúncia foi oferecida pela 19ª Promotoria Criminal de Tutela Coletiva de Segurança Pública da Capital.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE