Cuiabá, 18 de Janeiro de 2020

POLÍTICA
Terça-feira, 03 de Dezembro de 2019, 08h:55

POSSÍVEL CASSAÇÃO

Selma Arruda, que será julgada hoje (3) pelo TSE, diz que eleitores estão com ela

Única News
Da Redação

A senadora Selma Arruda (Podemos-MT) utilizou a tribuna do Senado no final desta segunda-feira (2) para falar sobre combate à corrupção e a expectativa sobre o julgamento do seu processo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que ocorre hoje (3), em Brasília, às 19h.

Selma foi cassada com unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, em abril, por prática de Caixa Dois e abuso de poder econômico. Na tribuna, ela afirma que não tem vergonha de estar sendo processada e nem tem recebido críticas de seus eleitores.

“Ao invés de eu me sentir constrangida ou mal em falar sobre isso, eu venho aqui e digo de cabeça erguida: estou sendo processada. O meu processo foi um recorde, como o senhor mesmo disse (fazendo referência a crítica do senador Eduardo Girão (Podemos-CE) sobre a celeridade na tramitação do processo da parlamentar)”, pontuou.

A senadora disse ainda que, independente do resultado do seu julgamento, ela e todos que defendem o combate à corrupção sairão vitoriosos. “Talvez eu seja a única brasileira que não pode se queixar da lentidão da justiça. Em razão disso, a gente pode até prever que o resultado não seja positivo. Mas eu penso que, de qualquer forma, o resultado será positivo diante disso tudo. Vai trazer uma mensagem bastante positiva pra todos nós porque, se a justiça for feita, se os julgadores analisarem o processo com técnica, se eles abandonarem a vontade política de alguns que estão lá pressionando para minha cassação, eu vou sair vitoriosa, todos nós sairemos vitoriosos por termos visto a justiça prevalecer”, disse.

Apesar de estar prestes a perder o mandato recém conquistado por práticas de corrupção eleitoral, ela afirma que este é o pior crime que existe. “A corrupção é um crime muito mais grave do que um homicídio, latrocínio, um estupro, do que qualquer coisa. A corrupção mata milhares de pessoas e passa batida. Ela não tem um nome, não tem uma vítima. Num latrocínio você tem a vítima, o cheiro do sangue, a arma, a materialidade. A corrupção não tem isso, ela é volátil, é um mal que está aqui, uma nuvem negra que está nos cercando”, disse a parlamentar.

“Cada um dos meus 678.542 votos, o que correspondeu a mais de 25% dos votos válidos do meu estado, cada um desses votos foi dado com essa intenção. As pessoas com quem eu converso, com quem eu encontro na rua não me criticam por estar sendo processada, elas me elogiam porque sabem o que está acontecendo”.

Caso a cassação de Selma Arruda seja confirmada hoje, novas eleições devem ser realizadas para um novo senador em Mato Grosso.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE