Cuiabá, 12 de Dezembro de 2019

RADAR NEWS
Terça-feira, 25 de Setembro de 2018, 18h:08

ELEIÇÕES 2018

Três partidos lideram doações ultrapassando os R$ 7 milhões

Da Redação

Foto: (Montagem)

favaro,sachetti

 

Os diretórios estaduais do PRB, PSD e MDB aparecem entre os que mais receberam recursos para a campanha deste ano, ultrapassando os R$ 7 milhões ao todo.

 

O PRB recebeu R$ 2.972, o PSD R$ 2.066.650 e o MDB R$ 2.052.746,09 milhões de acordo com as informações fornecidas pelas próprias siglas à Justiça Eleitoral.

 

A maior doação ao PRB foi no montante de R$ 1,2 milhão feita pela sobrinha do candidato ao Senado Adilton Sachetti (PRB), a empresária Natasha Preza Sachetti.

 

Entre os doadores ainda aparecem o produtor Inácio José Webler, que contribuiu com de R$ 1 milhão, Carlos Webler com R$ 200 mil, o empresário do ramo do agronegócio Odilio Balbinotti Filho doou R$ 100 mil, entre outros.

 

Já o PSD recebeu pouco mais de R$ 2 milhões, sendo que R$ 1,8 milhão foi doado pela direção nacional. Outros R$ 181 mil foram encaminhados ao partido via campanha do candidato ao Senado, Carlos Fávaro (PSD). E na relação, ainda aparecem outros doadores com quantias menores.

 

O MDB também ganhou pouco mais de R$ 2 milhões. Sendo que todos os valores foram destinados pela direção nacional do partido.

 

Outras 11 siglas também receberam doações em menores valores. Entre elas, o PT que teve R$ 78 mil transferidos via candidatura do presidenciável Fernando Haddad (PT).

 

Também receberam: o DEM (R$ 886 mil), o PV (R$ 514 mil), o PSOL (R$ 354 mil), o PSL (R$ 260 mil), o PSB (R$ 200 mil), o PSDB (R$ 165 mil), o DC (R$ 80 mil), o Novo (R$ 19 mil), o PTB (R$ 14 mil) e o PP (R$ 500).

 

Já os partidos PDT, Rede, Podemos, PSC, PR, PPS, PRTB, PCO, PHS, PMN, PMB, PTC, PRP, Patriota, PPL, PCdoB, Avante, Solidariedade, PROS, não receberam doações.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE