Cuiabá, 22 de Outubro de 2019

SAÚDE
Sábado, 05 de Outubro de 2019, 08h:56

CUIDADOS

Os 8 alimentos que mais causam alergias

Por BBC

(Foto: BBC/Getty Images)

Alergias alimentares são comuns. Estima-se que essa condição afete de 6% a 8% das crianças menores de 3 anos e até 3% dos adultos.

Diferentemente da intolerância alimentar, na qual alguns alimentos podem causar desconforto, a alergia alimentar é uma reação do sistema imunológico a certos tipos de alimentos que ocorrem logo após ele ser ingerido.

Essa reação ocorre porque o sistema imunológico reconhece algumas das proteínas como prejudiciais e coloca em ação uma série de medidas (entre elas a liberação de substâncias químicas como a histamina, que causa inflamação) para nos proteger.

Os sintomas vão desde coceiras, inchaço, dor abdominal, congestão nasal, vômito e tontura e até, nos casos mais graves, anafilaxia - uma reação que pode ser fatal. Tudo isso pode ser desencadeado mesmo que a pessoa tenha sido exposta a uma pequena quantidade dos alimentos que dão alergia.

Mas, ainda que, em princípio, qualquer alimento possa causar uma reação alérgica (inclusive aqueles que já ingerimos antes sem problemas), existem oito em particular que são os alérgenos mais comuns.

Eles são responsáveis ​​por 90% dos casos de alergia alimentar.

Ovos

Esse alimento causa alergia com mais frequência em crianças e a reação geralmente desaparece quando chegam à adolescência.

A alergia aparece quando o ovo é introduzido pela primeira vez na dieta e é uma reação à proteína que está principalmente na clara, mas também na gema.

Os sintomas que essa alergia causa são geralmente leves e incluem urticária (vergões vermelhos na pele), congestão nasal, vômito ou outros problemas digestivos.

Quanto mais cozido ou processado o ovo, menor a probabilidade de gerar uma reação alérgica.

Leite

Essa também é uma alergia alimentar mais comum em crianças do que em adultos e, embora o leite que geralmente causa alergia seja o de vaca, também pode ser causado pelo leite de outros mamíferos, como cabras, ovelhas, etc.

Os sintomas variam de pessoa para pessoa e podem ser leves ou graves.

Como mencionamos no início, a alergia ao leite é diferente da intolerância à proteína do leite ou à lactose.

Neste último caso, o sistema imunológico não intervém e, portanto, seu tratamento é diferente.

A alergia ao leite pode causar anafilaxia e tem o potencial de ser fatal.

Os sintomas incluem erupção cutânea, coceira na boca, inchaço na boca, dificuldade em respirar e vômito, entre outros.

Geralmente desaparece quando as crianças crescem, por volta dos 5 anos.

Amendoim

É uma das causas mais comuns de ataques alérgicos graves.

Até mesmo quantidades muito pequenas ou contato indireto podem causar anafilaxia.

Os sintomas mais comuns são rinite, reações na pele, formigamento na boca e garganta, falta de ar e problemas digestivos.

Algumas crianças que sofrem de alergia ao amendoim podem superar essa condição, mas ela pode voltar no futuro.

Frutas secas

A alergia a frutas secas (nozes, castanha de caju, pistache, avelã, sementes de girassol, etc) é um tipo de alergia comum em crianças e adultos e é uma reação às proteínas que contêm essas frutas.

 

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE