Cuiabá, 10 de Dezembro de 2019

VOLTA AO MUNDO
Terça-feira, 29 de Outubro de 2019, 11h:36

REINO UNIDO

Moedas comemorativas do Brexit terão que ser recicladas após extensão do prazo

As moedas, marcadas com a data de 31 de outubro, terão que ser derretidas para reciclagem depois que o premiê britânico, Boris Johnson, pediu a extensão do prazo para a saída do Reino Unido da União Europeia, agora marcada para 31 de janeiro de 2020.

Por G1

(Foto: Reprodução/Twitter Tesouro Real Britânico)

Moedas comemorativas marcadas com a data de 31 de outubro para o Brexit - a saída do Reino Unido da União Europeia - terão que ser derretidas e recicladas, informou a rede britânica BBC.

A Royal Mint, responsável por fabricar o dinheiro britânico, havia sido convidada a produzir novas moedas de 50 centavos da libra - cerca de R$ 2,55 - com a data de saída deste mês, que estava prevista desde abril.

Por volta de 10 milhões de moedas estavam sendo preparadas, conforme um projeto defendido pelo chanceler Sajid Javid, que assumiu o cargo em julho.

As moedas deveriam ter a mensagem de "paz, prosperidade e amizade com todas as nações", segundo a BBC. Mas a produção delas foi interrompida na semana passada, quando ficou claro que haveria um atraso, informou a "Bloomberg", que relatou o descarte em primeira mão.

O custo do design e da produção das moedas agora extintas foi pago com recursos da própria Royal Mint, sem custo para o contribuinte, disse o Tesouro do Reino Unido, segundo a "Sky News". O órgão não comentou sobre o custo de produção.

Uma moeda ainda será produzida para marcar a saída do Reino Unido da União Europeia, mas ela só entrará em circulação depois que o país tiver deixado o bloco.

De 31 de outubro, a nova previsão para o Brexit foi fixada em 31 de janeiro de 2020 - depois que o premiê, Boris Johnson, foi obrigado a pedir uma extensão do prazo de saída.

De acordo com o site da Royal Mint, metais preciosos são reciclados ao serem separados e triturados antes de serem derretidos. A moeda de 50 centavos é feita de cobre - que vem sendo considerado com maior frequência como um metal precioso - e níquel. Os metais são então purificados e solidificados antes de serem transformados em novos produtos, diz o site.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE