Cuiabá, 22 de Outubro de 2019

VOLTA AO MUNDO
Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019, 11h:18

"OCEAN VIKING"

Seis países europeus vão receber os 356 migrantes do navio humanitário

Anúncio foi feito nesta sexta (23) pelo governo de Malta; navio estava há 14 dias no mar. França, Alemanha, Irlanda, Luxemburgo, Portugal e Romênia vão receber os migrantes.

Por G1

(Foto: Anne Chaon/AFP)

Ocean Viking.jpg

Migrantes a bordo do "Ocean Viking" comemoram, nesta sexta-feira (23), que seis países europeus aceitaram recebê-los, depois de passarem 14 dias no mar.

 

O primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, anunciou nesta sexta-feira (23) que 6 países da União Europeia concordaram em distribuir os 356 migrantes, a maioria deles sudaneses, a bordo do navio humanitário "Ocean Viking", que estava há 14 dias no mar.

França, Alemanha, Irlanda, Luxemburgo, Portugal e Romênia irão receber os migrantes a bordo da embarcação, que é operada pelas ONGs "SOS Mediterranée" e "Médicos Sem Fronteiras", anunciou Muscat no Twitter. Eles serão encaminhados aos países depois de serem transferidos à costa por um navio militar maltês.

Nenhum dos migrantes ficará em Malta.

A França vai receber 150 dos 356 migrantes, anunciaram fontes oficiais, que há três dias confirmaram a recepção de outros 40 migrantes de outro navio humanitário, o "Open Arms", que tinha sido bloqueado na Itália.

 

Portugal anunciou que irá receber 35 migrantes, diz a Reuters.

 

Jornada

(Foto: Anne Chaon/AFP)

Ocean 2.jpg

Migrantes a bordo do "Ocean Viking".

O navio, que ficou preso em águas internacionais entre Malta e a ilha de Linosa, no sul da Itália, teve a entrada negada pelo governo maltês. Os pedidos à Itália não foram atendidos, disseram as instituições de caridade.

Entre os migrantes estão mais de 100 menores de idade, cerca de 90 deles desacompanhados, e três crianças têm menos de cinco anos de idade, informou o Médicos Sem Fronteiras.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE