Cuiabá, 19 de Maio de 2024

CIDADES Terça-feira, 01 de Agosto de 2017, 09:50 - A | A

01 de Agosto de 2017, 09h:50 - A | A

CIDADES / NAS RODOVIAS

Caminhoneiros protestam em rodovias contra alta de combustíveis

Rayane Alves



Caminhoneiros que trabalham em todo o Estado começaram na manhã desta terça-feira (01), um protesto contra o aumento no preço dos impostos do combustível.

 

Reprodução

caminhoneiros

 

De acordo com o líder do movimento Gilson Baitaka, um dos pontos fechados é na BR-163, próximo a cidade de Sorriso (distante a 420 km de Cuiabá). Ao Única News, Baitaka afirmou que por enquanto, a indicação da categoria é que apenas os veículos de carga estão proibidos de seguirem viagem. Veículos com carga viva, perecíveis, ambulância e ônibus estão com passagem autorizada.

 

Na BR-163, o km 747 sentido Sul está interditado desde às 8h. Além do Movimento dos Transportadores de Grãos e Derivados (MTG), centrais sindicais e outros movimentos sociais também participam do ato.

 

Conforme Baitaka, o único local que ainda não começou os atos é na cidade de Rondonópolis (distante a 218 km de Cuiabá), pois segundo o líder “frotistas que trabalham para grandes empresas não querem participar da manifestação e ainda estão tentando boicotar outros profissionais que querem se posicionar contra o aumento do combustível”.

 

Ainda segundo os manifestantes, a cada duas horas do movimento os carros serão liberados para passar. Ao meio dia está previsto o bloqueio total das rodovias nos dois sentidos.

 

Aumento

A alíquota do PIS/Cofins para a gasolina passou de R$ 0,3816 por litro para R$ 0,7925 por litro. No caso do diesel subiu de R$ 0,2480 para R$ 0,4615 nas refinarias. Já para o produtor do etanol, passou de R$ 0,12 para R$ 0,1309 por litro. Para o distribuidor, a alíquota, atualmente zerada, sobe para R$ 0,1964.

 


  

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia