Cuiabá, 19 de Maio de 2024

CIDADES Terça-feira, 31 de Outubro de 2017, 15:28 - A | A

31 de Outubro de 2017, 15h:28 - A | A

CIDADES / PROJETO SOCIAL

Oito crianças do Coral Vésper passam mal após apresentação em VG

Wellyngton Souza / Única News



(Foto: Divulgação)

2f3dc338998fd0b1f00912d16f3302cc.jpg

 

Oito crianças entre 11 e 16 anos, que integram o Coral Vésper de Várzea Grande, passaram mal na manhã desta terça (31), durante lançamento de um projeto da prefeitura no bairro Princesinha do Sol, no município.

 

De acordo com o professor e coordenador cultural do grupo, Odenil Seba, as crianças chegaram ao local da apresentação que era realizado em uma residência para o lançamento do Projeto de Auxílio Alimentar Nutricional “Pão e Leite é Vida”.

 

O coordenador do coral informou que algumas crianças não haviam se alimentado para apresentação e tudo indica que devido ao calor que fazia no momento, algumas começaram a passaram mal.

 

"A apresentação era em um local muito pequeno, cheio de pessoas, era uma residência bastante humilde. O calor, mais a deslocação das crianças que algumas foram de ônibus, tudo isso deve ter contribuido", disse ao Site Única News.

 

Odenil disse ainda que algumas delas já passaram mal outras vezes, antes e após as apresentações. "Elas já estão todas em casa. Algumas delas já há algum tempo, tem apresentado um quadro semelhante. Os pais já fizeram exame, mas não deram nada".

 

As crianças foram encaminhadas rapidamente para o Hospital e Pronto Socorro de Várzea Grande. "Os médicos fizeram exame e descartaram algum tipo de contaminação ou algo do tipo. A prefeitura não se precaveu de ter um espaço mais apropriado para apresentação".

 

Conforme Odenil Seba, diversas autoridades estavam presentes no momento do incidente, como a prefeita do município, Lucimar Campos, vereadores, além de parte do staff do Executivo e servidores da prefeitura.

 

"Grande parte estava na parte da frente da residência porque não cabia dentro da casa. Quando chegamos no local já tinha umas 60 pessoas sentadas em um espaço improvisado. Já ficamos um pouco desconfortáveis para o coral. Porém, eles disseram que não teria problema, visto que era algo simples", relatou.

 

Segundo o professor, quando algumas crianças começaram a sentir mal-estar, uma van da prefeitura levou elas para a escola e assim que todas já estavam reunidas relataram estarem fracas. "Pelo menos recebemos esse apoio da prefeitura, eles foram atenciosos, mas falamos que seria necessário um local mais apropriado. Elas já receberam alta e estão em casa", disse.

 

O Pronto Socorro informou por meio de nota, que apenas cinco crianças deram entrada na unidade de saúde no final da manhã. "Eles saíram do evento e tomaram algo na lanchonete de frente a escola e começaram a passar mal. Todas estão bem, mas em observação", diz trecho da nota.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia