Cuiabá, 19 de Maio de 2024

CIDADES Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2017, 10:38 - A | A

16 de Fevereiro de 2017, 10h:38 - A | A

CIDADES / FLAGRANTE

Servidores da prefeitura são transportados em carroceria de caminhonete

Wellyngton Souza / Única News



(Foto: Divulgação)

WhatsApp Image 2017-02-16 at 09.57.43.jpeg

 O flagrante foi no bairro Pedregal, em Cuiabá

Os servidores da Prefeitura de Cuiabá que realizam serviços de limpeza urbana na capital foram flagrados sendo transportados na carroceria de uma caminhonete.

 

O site Única News, recebeu com exclusividade, o registro de um internauta que flagrou o exato momento em que cinco homens estavam na parte traseira do veículo.

 

O caso ocorreu na manhã desta quinta (16), às 7h40, no bairro Pedregal. O veículo seguia sentido Avenida Miguel Sutil - uma das principais vias de tráfego da cidade.

 

Além do transporte irregular, o veículo aparentava estar fora do prazo de ‘validade’, tendo em vista que é possível ver danificações por ferrugem na cabine do veículo.

 

Segundo o Secretário Municipal de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa, por meio de assessoria de imprensa da prefeita, essa situação não é conduta da pasta e que uma fiscalização deverá ser realizada para evitar futuros problemas e até colocar os funcionários em situação de risco.

 

“É uma situação inadmissível, não é conduta da secretaria e será advertido para que esse tipo de transporte irregular envolvendo servidores da entidade não se repita”, afirma.

 

Segundo o diretor da empresa Cuiabana de Limpeza Urbana (Limpurb), contratada pela prefeitura para realizar o serviço na capital, Juilson Aguiar, a empresa fornece veículos e equipamentos de segurança, a fim de evitarem executar o serviço de forma irregular.

 

De acordo com Aguiar, a empresa tem aproximadamente 460 servidores e cerca de 26 veículos para atender as necessidades. "A empresa fornece veículos modelo topiques - uma espécie de van que suporta 16 lugares para efetuar o serviço de transporte. Além da segurança, são veículos apropriados, pois eles atuam em grupos pela cidade".

 

O diretor ressaltou também que a empresa não tem conhecimento desses casos e assegurou que treinamentos com técnicos de segurança são realizados frequentemente.

 

"O que pode ter acontecido - o que não justifica o fato, é que eles poderiam ter pego carona com outro motorista para se deslocarem de um lugar para o outro. Mas nós da empresa, juntamente com a secretaria de Serviços Urbanos, iremos investigar essa situação para que não ocorra novamente", assegura. 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Álbum de fotos

(Foto: Divulgação)

Comente esta notícia