Única News - Notícias e Fatos com Credibilidade

Segunda-feira, 13 de Maio de 2024, 16h:47

Médico sai do ES para ajudar vítimas da chuva e é encontrado morto em abrigo no RS

Uma das suspeitas é a de que Leandro Medice, de 41 anos, tenha sofrido um mal súbito. "Foi para ajudar as pessoas e aconteceu essa tragédia", disse o marido. Ele estava com outros médicos em São Leopoldo.

DO G1

Foto: Redes sociais

O médico cardiologista Leandro Medice, de 41 anos, foi encontrado morto em um abrigo de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, na manhã desta segunda-feira (13). Uma das suspeitas é a de que ele tenha sofrido um mal súbito. Medice morava em Vila Velha, na Grande Vitória, e estava no Sul do país como voluntário para ajudar as vítimas da chuva.

O marido de Leandro Medice, o acupunturista João Paulo Martins, disse ao g1 que o companheiro não tinha histórico de doenças.

"Ele era muito saudável, sempre cuidou da saúde. Nunca teve histórico nenhum de problemas. Eu ainda não consigo acreditar no que aconteceu. Quando me contaram, pensei que fosse brincadeira. Ele foi para ajudar as pessoas e aconteceu essa tragédia", contou João Paulo.

Segundo o marido, Leandro Medice trabalhou a semana inteira com cirurgias na empresa de estética capilar que tinham juntos, na Praia da Costa, em Vila Velha. Organizou a viagem ao Rio Grande do Sul com um grupo de amigos, também médicos.

Leandro contou ainda que, no domingo (12), o médico trabalhou o dia inteiro aferindo pressão e fazendo os primeiros atendimentos básicos para as vítimas da chuva na região.

Ajuda às vítimas

Leandro viajou com outros três médicos para dedicar o tempo e conhecimento às vítimas da chuva no Sul do Rio Grande do Sul. Eles saíram às 3h em um jato particular. O médico fez vídeos falando da ansiedade em chegar ao destino para ajudar.

Por telefone, ele contou ao marido, ainda na noite de domingo, após um dia inteiro de trabalhos, que foi recebido com muito carinho no abrigo. Disse que trabalhou o dia inteiro e que ia dormir para estar pronto para trabalhar nesta segunda-feira.

Leia a matéria completa no G1