Única News - Notícias e Fatos com Credibilidade

Segunda-feira, 05 de Junho de 2017, 10h:15

Servidores devem paralisar contra a proposta do parcelamento da RGA

Da Redação

(Foto: Lucas Ninno)

assembleia-capa.jpg

 

O governador Pedro Taques (PSDB) propõe pagar a Revisão Geral Anual (RGA) 2017 dos servidores estaduais em três parcelas ao longo de 2018.

 

A intenção é pagar 2,15% em janeiro, 2,15% em abril e 2,14% em setembro do próximo ano. Isso dá um total de 6,58%, calculados juros sobre juros, para repor a inflação registrada em 2016.

 

Em contrapartida, O Fórum Sindical promete para a próxima quinta-feira (7), paralisação de 24 horas, que prevê protestos contra a forma posta pelo Governo do Estado para pagamento da Revisão Geral Anual.

 

O funcionalismo quer o reajuste integral, enquanto o Executivo se propõe a pagar parcelado em 3 vezes, somente no ano que vem. Um dos pontos de manifestação será a Assembleia Legislativa, responsável por aprovar o projeto que prevê a forma de pagamento da RGA.

 

Depois de meses de espera pelos deputados no Legislativo estadual, enfim chega no Parlamento para apreciação e votação, o Projeto de Lei que dispõe sobre as Diretrizes para o Orçamento Anual de 2018 (LDO).

 

 

Taques ainda fez questão de incluir no documento, os valores que deverão ser gastos com o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) a serem pagas em 2018. Que serão em torno de R$ 450 milhões com a RGA 2017 e R$ 33,3 milhões com a RGA 2018. Ainda que as duas já estejam acordadas em serem pagas de modo parcelado pelo Governo.