Cuiabá, 20 de Junho de 2024

JUDICIÁRIO Quarta-feira, 29 de Maio de 2024, 19:20 - A | A

29 de Maio de 2024, 19h:20 - A | A

JUDICIÁRIO / NÍVEL SUPERIOR

TSE publica edital para concurso com 395 vagas e salários de até R$ 13,9 mil

Todas as fases do concurso serão realizadas nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal. As inscrições acontecem entre 4 de junho e 18 de julho. As provas serão aplicadas em 22 de setembro.

G1



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou nesta quarta-feira (29) o edital do concurso unificado com 395 vagas e salários de até R$ 13.994,78. As oportunidades são para os cargos técnico e analista judiciário, de nível superior.

 

As inscrições acontecem entre os dias 4 de junho e 18 de julho. A previsão é que as provas sejam aplicadas em todo o país no dia 22 de setembro.

Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) é a banca organizadora do processo seletivo.

Antes, o TSE havia definido que a Fundação Getúlio Vargas (FGV) seria responsável pelo concurso.

Os interessados em participar do processo seletivo precisam pagar uma taxa de inscrição de R$ 85, para o cargo de técnico judiciário, e R$ 130, para analista judiciário.

Candidatos doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde e inscritos no CadÚnico podem solicitar isenção da taxa.

As vagas serão distribuídas entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e 26 tribunais regionais eleitorais (TREs). Somente o TRE de Tocantins ficou de fora, já que existe um outro concurso em andamento no órgão.

O concurso ainda prevê a reserva de 20% de vagas para pessoas negras, 10% para pessoas com deficiência e 3% para pessoas indígenas. A seleção terá as seguintes fases:

Provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos;
Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, somente para os cargos de Analista Judiciário;
Teste de aptidão física, de caráter eliminatório, somente para o cargo de Técnico Judiciário - Área: Administrativa - Especialidade: Agente da Polícia Judicial;
Avaliação de títulos, de caráter classificatório, somente para os cargos de Analista Judiciário

Todas as fases do concurso serão realizadas nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal.

Veja a distribuição de vagas:

Analista judiciário da área administrativa (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área administrativa, com especialidade em contabilidade (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em arquitetura (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em arquivologia (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em biblioteconomia (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em enfermagem (30 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em engenharia civil (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em engenharia elétrica (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em engenharia mecânica (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em estatística (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em medicina - clínica médica (20 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em medicina - psiquiátrica (20 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em medicina - medicina do trabalho (20 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade odontologia (30 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em psicologia (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em serviço social (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em tecnologia da informação (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área jurídica (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Analista judiciário da área administrativa (40 horas trabalhadas) - R$ 13.994,78;
Técnico judiciário da área administrativa, com especialidade em policial judicial (40 horas trabalhadas) - R$ 9.773,56.
Técnico judiciário de apoio especializado, com especialidade em programação de sistemas (40 horas trabalhadas) - R$ 8.529,65

Leia a matéria completa no G1

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia