Cuiabá, 20 de Junho de 2024

POLÍCIA Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 17:29 - A | A

21 de Maio de 2024, 17h:29 - A | A

POLÍCIA / COVARDE

Bandido tortura a ex-esposa por 12 horas seguidas após encontrá-la em bar

Vítima só conseguiu escapar das agressões após convencer agressor a levá-la ao hospital, onde denunciou as agressões.

Ari Miranda
Única News



Policiais civis da Delegacia de  Querência (764 Km de Cuiabá) prenderam em flagrante, nesta segunda-feira (20), um homem de 41 anos pelos crimes de tentativa de feminicídio e tortura, cometidos por 12 horas seguidas contra sua ex-esposa. Segundo o boletim de ocorrência, a vítima só conseguiu escapar das agressões após conseguir convencer o suspeito de que precisava ir ao hospital, onde denunciou o crime.

Em depoimento, a mulher disse que na tarde de domingo (19) estava em um bar com uma amiga, quando o suspeito chegou ao local e a agrediu violentamente com um tapa no rosto, deixando-a com os olhos inchados. Em seguida, armado com uma faca, o agressor a ameaçou de morte e forçou-a a entrar em um veículo, levando a mulher para uma propriedade na zona rural de Querência.

De acordo com a vítima, durante todo o trajeto, o ex-marido continuou com as ameaças de morte e, ao chegarem no local, as agressões continuaram, ocasião em que a mulher chegou a desmaiar por causa dos espancamentos.

Para acordá-la, ele a colocou debaixo do chuveiro e depois levou ela para a cama, onde continuou a sessão de espancamento, que prosseguiu durante toda a madrugada de segunda-feira.

Já pela manhã, a mulher conseguiu convencer o ex-esposo a levá-la ao hospital municipal para receber os primeiros socorros, com a promessa de que não o denunciaria pelas agressões. Contudo, ao chegar na unidade de saúde, ela conseguiu pedir socorro à equipe do local e denunciou as torturas que sofreu.

Ao tomar conhecimento da denúncia, a equipe da Delegacia de Querência iniciou as buscas pelo suspeito e conseguiu prendê-lo em flagrante. Além disso, a vítima relatou que o homem já tinha a agredido em outras ocasiões.

O agressor encontra-se preso e à disposição da Justiça.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3