Cuiabá, 26 de Janeiro de 2021

POLÍCIA
Terça-feira, 01 de Dezembro de 2020, 10h:15

BESTA-FERA NA JAULA

Homem que estuprou e matou idosa na frente do marido é preso em Pontes e Lacerda

Vithória Sampaio
Única News

(Foto: PM|MT)

O ex-presidiário que estuprou e matou a aposentada Mirian Ferreira Macedo Nascimento, de 65 anos, em sua casa na noite de domingo (29), foi identificado e preso na madrugada desta terça-feira (1º), em Pontes e Lacerda (a 443 km de Cuiabá). O suspeito foi reconhecido pelas várias tatuagens que tem pelo corpo.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de que havia um homem traficando próximo ao miniestádio.

Ao chegar no local, os policiais perceberam que o criminoso tinha a mesmas características do suspeito de cometer roubo e estupro seguido de morte vitimando uma idosa na noite do último domingo.

No momento em que percebeu a presença dos policiais, o homem ainda tentou fugir, mas acabou caindo. Ao ser questionado sobre o crime, o mesmo confessou ter invadido a casa da idosa e a estuprado na frente do marido que se encontrava debilitado após ter sofrido recentemente um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

O suspeito ainda alegou ter cometido o crime depois de perceber a vulnerabilidade de Mirian, que sofria com problemas de epilepsia.

Após a prisão do criminoso, o marido da vítima reconheceu o suspeito, que fazia o uso de tornozeleira eletrônica desligada.

Relembre o caso:

Mirian Ferreira Macedo Nascimento, de 65 anos, foi estuprada e morta dentro de sua casa, no bairro São Cristóvão, em Pontes e Lacerda (a 443 km de Cuiabá) neste domingo, por volta das 17h12.

Segundo boletim de ocorrência, a filha da vítima ligou para um vizinho que mora em frente a sua mãe, pois não conseguia contato com a mesma. A testemunha, atendendo ao pedido da filha, foi até a casa de Mirian verificar se algo tinha acontecido.

 

Ao chegar na casa, a testemunha constatou que o portão estava aberto e a porta somente encostada, foi quando adentrou e verificou que a vítima se encontrava deitada na cama de solteiro, aparentemente morta, e o marido da vítima na outra cama, passando mal. Foi então que o vizinho ligou para o Corpo de Bombeiros e também para a Polícia.

A Polícia Militar verificou que a casa estava toda revirada, e aos fundos da residência havia um prato com resíduos de uso de drogas em cima do tanque. Os militares encontraram ainda uma fralda com manchas de sangue jogada no canto do muro. No piso da área tinham várias manchas de sangue e foi achado também roupas embaixo do tanque, também manchadas de sangue.

O marido de Mirian, que está internado no Hospital Vale do Guaporé, depois de se acalmar um pouco conseguiu falar e chorando muito relatou que viu um homem moreno, com várias tatuagens pelo corpo, em uma bicicleta vermelha, entrando no quintal e abrindo a porta da casa.

Segundo ele, o assassino segurou a vítima e a jogou na cama, deitando-se sobre ela, praticando sexo na sua frente. O suspeito ainda revirou toda a casa, usou drogas e levou o celular de Mirian, fugindo rumo ignorado.

Galeria de fotos:


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE