Cuiabá, 21 de Julho de 2024

POLÍCIA Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2024, 10:34 - A | A

31 de Janeiro de 2024, 10h:34 - A | A

POLÍCIA / CRIME BRUTAL

Idoso que matou ex-mulher e esposo dela no Amazonas é preso em MT

Além de matar a ex-esposa e novo companheiro dela, homem ainda tentou matar a ex-enteada em cidade no Sul amazonense.

Ari Miranda
Única News



(Reprodução/Polícia Civil)

WhatsApp Image 2024-01-31 at 10.04.30.jpeg

 

Agentes da Gerência de Polinter e Capturas da Polícia Civil e da Delegacia de Guiratinga (332 Km de Cuiabá) cumpriram, nesta terça-feira (30), um mandado de prisão contra José Valentino da Silva (71). O idoso estava foragido da Justiça do Estado do Amazonas e era procurado há dois anos por um duplo homicídio, cometido contra a ex-esposa, Maria José Aristides da Silva, e o companheiro dela, Sebastião Daud Pereira.

Segundo a Polícia Civil, “Zé Comodoro”, como é conhecido, foi localizado após policiais civis da cidade amazonense de Boca do Acre pedirem apoio à Polinter de MT para localizar o foragido. A última informação é que ele estava morando na região de Guiratinga, no sul do estado.

Após as informações, a equipe da Polinter iniciou as buscas ao suspeito e o encontrou trabalhando em uma fazenda a 50 quilômetros da área urbana de Guiratinga. Após a descoberta do paradeiro do assassino, a Polícia Civil mato-grossense entrou em contato com a delegacia do município amazonense, que efetuou a prisão do criminoso.

O CRIME

O duplo homicídio aconteceu no dia 8 de fevereiro de 2022, na cidade de Boca do Acre. Conforme as investigações da Delegacia da cidade, o crime foi motivado por uma disputa de bens e também pelo fato do idoso, à época com 69 anos, não aceitar o fim do casamento. Armado, José foi à casa da ex-mulher e atirou contra Maria José e Sebastião, atual esposo da vítima, que acabaram morrendo no local.

Além das duas mortes, ‘Zé Comodoro’ também tentou matar a filha da ex-esposa, uma adolescente de 15 anos, que sobreviveu ao ataque do assassino. A adolescente foi atingida na cabeça, mas sobreviveu e identificou o autor dos crimes, que permaneceu foragido por quase dois anos.

De acordo com o delegado Gustavo Kalil, da 61ª Delegacia Interativa de Boca do Acre, o crime repercutiu no município e a população cobrava pela prisão do feminicida.

“Durante os trabalhos investigativos, soubemos que ele estava em Mato Grosso e pedimos apoio da Polinter do estado para efetuar a captura dele. Agradeço o apoio da equipe policial, representada pela delegada Silvia Pauluzi de Siqueira, que não mediu esforços para nos ajudar na captura deste indivíduo. Pudemos dar uma resposta à sociedade de Boca do Acre, solucionando esse crime que chocou a cidade”, disse o delegado da Polícia Civil do Amazonas.

O criminoso deve ser apresentado nesta quarta-feira (31) no Fórum de Guiratinga, onde passará por audiência de custódia e depois será encaminhado à Penitenciária Major Eldo Sá, a “Mata Grande”, em Rondonópolis (218 Km de Cuiabá), onde aguardará decisão da Justiça para recambiamento ao Estado do Amazonas.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3