Cuiabá, 29 de Maio de 2024

POLÍCIA Terça-feira, 27 de Setembro de 2016, 11:13 - A | A

27 de Setembro de 2016, 11h:13 - A | A

POLÍCIA / NOVO CANGAÇO?

Justiça busca paradeiro de ladrão de bancos do interior do Estado

Wenderson do Espirito Santo Cunha já esteve envolvido em pelo menos duas operações da PJC e do Ministério Público que investigam quadrilhas que assaltam instituições financeiras de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia

Diego Frederici / Única News



(Foto: Reprodução / Internet)

 

A juíza da vara especializada contra o crime organizado, Selma Rosane Santos Arruda, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), intimou a advogada de Wenderson do Espírito Santo Cunha, um assaltante de bancos envolvidos em ao menos duas operações da Polícia Judiciária Civil (PJC) e do Ministério Público Estadual (MPE), a informar seu endereço.

 

De acordo com o despacho da magistrada, a advogada de Wenderson deve informar o endereço do acusado em cinco dias. O Tribunal publicou a determinação nesta terça-feira (27).

 

As ações das forças de segurança tinham o objetivo de desmantelar a atuação de quadrilhas especializadas em roubos a bancos no interior do Estado. Wenderson foi um dos alvos da “Operação Livramento”, do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) em 2012. O objetivo da ação era desarticular uma quadrilha de 21 pessoas que “atuam de maneira organizada na prática criminosa de roubos a bancos em cidades do interior deste Estado”, segundo informações do TJ-MT.

 

Um ano depois, em 2013, a Polícia Judiciária Civil (PJC) deflagrou a “Operação Implosão”. Ao todo, 36 mandados de prisão foram expedidos, incluindo o de Wenderson. A ação buscava desarticular uma quadrilha especializada em arrombar caixas eletrônicos que atuava em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia. Para o cumprimento das diligências da “Implosão”, policiais civis de seis Estados foram mobilizados.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3