Cuiabá, 20 de Janeiro de 2021

POLÍCIA
Segunda-feira, 23 de Novembro de 2020, 08h:59

BRUTALIDADE

Mãe e filha de 11 anos são amarradas, amordaçadas e estupradas por um homem; a progenitora foi morta

Elloise Guedes
Única News

(Foto: PM-MT)

Rhayany Rhutila Moraes Silva, de 30 anos, foi encontrada morta, amarrada e amordaçada dentro de casa na madrugada desta segunda-feira (23), em Barra do Garças (a 516 km de Cuiabá). A filha da vítima, uma menina de 11 anos, também foi encontrada na residência. Ela estava em estado de choque e também amarrada.

Segundo informações preliminares, a menina teria contado aos policiais que a casa foi invadida por um homem desconhecido, que estuprou e matou a sua mãe. Ela também foi estuprada pelo suspeito.

A Polícia Militar esteve no local e conversou com uma amiga da vítima. Ela teria sentido falta da vítima e foi até a sua casa. Chegando lá, encontrou o portão trancado e mesmo chamando pelo seu nome, ninguém aparecia.

Uma outra testemunha que estava com ela pulou o muro, entrou na casa e já encontrou a mulher amarrada e sem vida. Eles foram surpreendidos pela filha da vítima, uma menina de 11 anos, que saiu assustada do quarto, com o braço amarrado e em estado de choque.

Ainda de acordo com a filha da vítima, ela descreveu o suspeito como um homem alto, branco e barbudo. Quando invadiu a casa, o suspeito estava em posse de uma faca e fez diversas ameaças. Amarrou a criança e a levou para o quarto, onde foi estuprada.

Já a mulher, que estava em outro quarto, foi encontrada deitada com a barriga para o chão, amordaçada e com os pés e a cabeça amarradas.

O local do crime foi isolado e a Perícia Oficial acionada para atender o caso. O Conselho Tutelar também esteve na casa e fez o acolhimento da menina.

A Polícia Civil está investigando o caso e a procura do suspeito.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE