Cuiabá, 24 de Janeiro de 2021

POLÍCIA
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020, 10h:33

SUPOSTO TIRO ACIDENTAL

Marido mata esposa indígena de apenas 14 anos com tiro de espingarda no rosto

Da Redação
Única News

(Foto: Reprodução| Facebook)

A indígena Beatriz Morimã Tukumã, de 14 anos, foi morta com um tiro no rosto nessa terça-feira (24), na aldeia Mayrob (a 70 km de Juara). O responsável pelo crime é o marido da adolescente, que tem 19 anos. Ele foi preso em flagrante por homicídio doloso.

A Polícia Civil foi acionada pela enfermeira da aldeia, informando que havia uma índia ferida por arma de fogo.

Segundo informações, a índia estava trabalhando em uma coleta, quando foi atingida. Ela foi levada até à aldeia pelo marido e autor do disparo.

Uma enfermeira da aldeia procurou a Delegacia da Polícia Civil de Juara e relatou que estava no alojamento do local quando foi informada que teria acontecido um acidente com uma arma.

Ela foi ao local indicado e encontrou a vítima já sem vida com marcas de tiro no rosto.

O corpo foi encaminhado ao hospital municipal da cidade. A arma usada pelo suspeito, uma espingarda de calibre 32, que foi apreendida.

 Ao delegado Carlos Henrique Engelman, o suspeito disse que não sabia que a arma estava carregada e que jamais teria intenção de matar sua esposa, com quem ele é casado há um ano.

A aldeia fica a 70 km de distância da cidade e o acesso é por um trecho de 50 km de estrada de terra e mais uma hora de barco.

Diante do fato, o índio de 19 anos foi preso em flagrante.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE