Cuiabá, 28 de Fevereiro de 2021

POLÍCIA
Sexta-feira, 08 de Janeiro de 2021, 17h:20

CASO KEDMA

Modelo cuiabana agredida pelo enteado incentiva mulheres a "pedir socorro"

Elloise Guedes
Única News

(Foto: Reprodução)

A modelo e digital influencer cuiabana, Kedma Oliveira de 26 anos, fez uma publicação pelo stories no seu perfil do Instagram, na tarde desta sexta-feira (8), incentivando outras mulheres a denunciarem casos de agressão. No vídeo, Kedma incentiva outras mulheres a pedir socorro, caso passem por algum tipo de violência doméstica.

Kedma foi agredida pelo seu enteado, empresário José Derli Júnior, na noite do último domingo (3), em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, onde ela estava para comemorar o fim de ano. No momento do ocorrido, ela se trancou no banheiro e usou as redes sociais para pedir socorro.

"Denuncie, não tenha medo de denunciar, não tenha vergonha. É um assunto muito sério. Não vão em uma delegacia sem a presença de um advogado", disse a modelo nos stories.

O empresário foi liberado, após pagar fiança de R$ 1.100. O namorado da modelo e pai de José Derli, ainda não se pronunciou sobre o caso.

A modelo disse ainda que está se recuperando das agressões que sofreu. Ela teve ferimentos graves na boca e precisou levar vários pontos no local.

"Eu estou bem, não sumi, só não tenho vontade de ficar postando as coisas como era antes. Eu ainda estou no processo de absorver tudo que aconteceu. Tem muita coisa para serem resolvidas e tudo vai ser esclarecido, provado e comprovado. Não vou desistir do processo, a pessoa que fez isso vai pagar", afirmou.

De acordo com a delegada responsável pelo caso de Santa Catarina, Patrícia Fronza, as medidas protetivas foram solicitadas por Kedma ainda na Delegacia. Derli Jr deverá se manter afastado da jovem e não poderá entrar em contato com ela. O inquérito foi concluído e encaminhado ao Ministério Público de Santa Catarina.

O caso

(Foto: Reprodução)

kedma

 

A modelo e digital influencer fez uma publicação em seus stories no Instagram, para pedir socorro e denunciar a agressão que supostamente sofreu de seu enteado, o empresário José Derli Júnior, na noite de domingo, em Balneário Camboriú (SC), onde ela estava para comemorar o fim de ano.

Nas gravações, ela aparece dentro de um banheiro com o rosto ensanguentado e ferimentos aparentes na boca e testa. Ela dizia ter sido agredida e estar em cárcere privado.

Ainda em Santa Catarina, hospedada em um hotel, a digital influencer voltou a se pronunciar, informando que conseguiu uma advogada que acompanhará o caso.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE