Cuiabá, 20 de Junho de 2024

POLÍCIA Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 10:18 - A | A

24 de Maio de 2024, 10h:18 - A | A

POLÍCIA / “A USURPADORA”

PF prende mulher que usava identidade de paranaense para aplicar fraudes e golpes em MT

Criminosa obteve vários benefícios e vantagens ilícitas usando o nome da vítima, que foi amplamente prejudicada pelos delitos.

Única News
Da Redação



A Delegacia de Polícia Federal de Rondonópolis (218 Km de Cuiabá) deflagrou a operação “Em busca da verdade”, nas primeiras horas desta sexta-feira (24), e prendeu uma mulher acusada de roubo e usurpação de identidade, de uma moradora do estado do Paraná.

Segundo a PF, a mulher utilizava a identidade da paranaense para obter benefícios governamentais indevidos e outros crimes, com o uso de documentos especialmente forjados para sua nova identidade.

A investigação começou em 2022, no Paraná, a partir de denúncia da vítima à Caixa Econômica Federal, onde a criminosa mato-grossense obteve um empréstimo usando seu nome. A instituição financeira constatou os indícios de fraude e ressarciu a denunciante.

De acordo com as investigações, a moradora do Paraná foi amplamente prejudicada pela usurpação de sua identidade, sendo impedida de votar, sacar benefícios assistenciais, entre outros direitos.

Com a prisão da criminosa, a operação agora muda seu foco e busca identificar e catalogar todas as fraudes perpetradas pela investigada usando a identidade da vítima, bem como todos os prejuízos causados, além investigar a motivação do crime.

Os policiais procuram também descobrir a verdadeira identidade da investigada. Além disso, a Polícia Federal não descarta o envolvimento de outras pessoas na fraude.

NOME DA OPERAÇÃO

A operação recebeu o nome de “Em busca da Verdade”, uma vez que tem o objetivo de esclarecer a real identidade da mulher que teria se apropriado da identidade de outra pessoa para obter vantagens ilícitas.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3