Cuiabá, 22 de Maio de 2024

POLÍCIA Segunda-feira, 26 de Junho de 2017, 08:52 - A | A

26 de Junho de 2017, 08h:52 - A | A

POLÍCIA / EM MT

Travesti encontrada morta com quatro tiros foi identificada

Da redação



(Foto:reprodução)

Tabata-Brandao-768x779.jpg

 

A travesti encontrada morta neste último domingo (25) foi identificada como Tabata Brandão, de 20 anos, e era registrada como Jean Henrique Dias. Ela foi encontrada morta com quatro tiros em um ponto de prostituição nas proximidades da rodovia BR-364, em Rondonópolis (a 215 km de Cuiabá). A suspeita é de que o crime foi causado por latrocínio ou uma possível desavença com clientes.

 

A Polícia Militar (PM) foi acionada após uma denúncia anônima. Logo depois, a Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) também foi acionada. As investigações apontam que a vítima sofreu três disparos pela frente e um por trás, que pode indicar uma possível fuga da vítima. Outro aspecto levado em consideração é o rastro de sangue no local, a evidência aponta para uma possível luta corporal entre o suspeito e a travesti.

 

Segundo a polícia, um carro do foi visto parado, por 20 minutos, próximo ao local onde o corpo foi achado. Os passageiros estariam ingerindo bebida alcoólica e deixaram a local antes da chegada da polícia.

 

Os profissionais buscam agora por imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos da região, na tentativa de identificar o autor dos disparos. “Por enquanto não vamos divulgar as características do carro para não atrapalhar a apuração”.

 

Apesar do fato do celular da vítima ter sido levado indicar latrocínio ou homicídio, a hipótese de crime de homofobia também não será descartada, durante as investigações. O crime segue sendo investigado pelo delegado Thiago Damasceno, titular da divisão da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3