Cuiabá, 11 de Julho de 2020

POLÍTICA MT
Segunda-feira, 29 de Junho de 2020, 14h:44

VEJA OS GRÁFICOS

Cuiabá representa 24% dos casos e Pinheiro aponta interiorização da Covid-19

Euziany Teodoro
Única News

Assessoria

Em publicação nas redes sociais, nesta segunda-feira (29), o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, apontou que a capital representa apenas 24% do total de casos da Covid-19 em Mato Grosso, mostrando que há falhas nas ações de prevenção no interior, que acabam causando o colpaso da rede de saúde de Cuiabá.

Ele apresentou gráficos com o avanço da doença na capital e no interior e criticou que Cuiabá "pague o preço" pela ingerência do combate à pandemia nas demais cidades, sendo obrigada a manter quarentena coletiva oobrigatória, um "semi-lockdown", pelos próximos 15 dias.

"Não é justo Cuiabá pagar sozinha pela ascensão de casos no estado, os dados mostram que em abril Cuiabá representava 63% dos casos do estado, e agora em junho representamos apenas 24%, mesmo sendo a maior cidade do estado", disse.

Em abril, no início da pandemia, Cuiabá representava 63% dos casos de Covid-19 em Mato Grosso. Em maio, passou a 30% e, em junho, apenas 24%. Enquanto isso, continua atendendo a demanda no interior. A consequência é a alta ocupação de leitos de UTI, sendo que 60% deles estão sendo usados por pacientes de outras cidades.

Prefeitura de Cuiabá

Gráfico Cuiabá Covid-19

 

"Não sou contra o lockdwon, sou contra que apenas Cuiabá seja penalizada, se for pra fechar para preservar a saúde e a vida das pessoas, que feche todo mundo, só baseados em dados técnicos e evidências científicas conseguiremos baixar a taxa de ocupação de leitos da capital",escreveu o prefeito.

Segundo ele, a Prefeitura de Cuiabá "fez o dever de casa" no início da pandemia, fechando o comércio e decretando isolamento social, freando o avanço do coronavírus. "Isso mostra que a doença avança com muito mais rapidez no interior, que estão encaminhando seus pacientes para a capital e estamos cuidando de todos como já ocorre também para as outras doenças. Por isso reitero a necessidade das mesmas medidas de isolamento social decretadas em Cuiabá e VG serem feitas também nas cidades com a mesma classificação de alto risco".


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE