Cuiabá, 19 de Maio de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017, 07:49 - A | A

21 de Fevereiro de 2017, 07h:49 - A | A

POLÍTICA / PÓS COAÇÃO

Elias Santos é alvo de inquérito do MPE

Por Suelen Alencar / Única News



(Foto: Internet

Elias Santos

 

O ex-presidente da Companhia Mato-grossense de Mineração do Estado de Mato Grosso (Metamat), Elias Santos é alvo de um inquérito do Ministério Público Estadual (MPE), no qual apurar possiveis danos ao erário praticado enquanto presidente da autarquia.

 

A ação vai averiguar a atitude de Elias  com os funcionário, no período em que foram realizadas a campanha eleitoral em Cuiabá - quando seu irmão Wilson Santos (PSDB) disputava o cargo de prefeito da capital. Durante a campanha, o candidato e agora eleito Emanuel Pinheiro (PMDB) recebeu um aúdio no qual Elias prometia demissão aos funcionários da Metamat que não comparecessem em uma reunião no dia 19 de outubro, promovida pelo PSDB.

  

"O governador Pedro Taques convocou todos os cargos comissionados para uma reunião hoje as 20h30 no Hotel Mato Grosso. Todos sem excessão, eu vou ser curto e grosso, aquele que não for será exonerado", teria dito Elias.

 

Um áudio foi divulgado numa coletiva de imprensa pela campanha de Emanuel Pinheiro (PMDB), o suposto assédio foi registrado como denúncia. O governador do Estado Pedro Taques (PSDB) exonerou Elias assim que o áudio foi publicado na imprensa. 

 

O inquérito de 13 de fevereiro é assinado pelo  promotor Roberto Aparecido e também vai investigar outrso atos que podem implicar em improbidade administrativa particados por Elias Santos.

 

A reportagem do site Única News tentou contato com Elias Santos, mas as ligações não foram atendidas.

 

Nova oportunidade

 

O novo presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (PSB), definiu cinco secretários para nova gestão da Casa de Leis, entre eles o irmão do deputado estadual Wilson Santos, Elias Santos.

 

A indicação soou como uma espécie de ‘consolo’ político, já que Elias foi exonerado após à denúncia de coação. Santos irá assumir a pasta de gestão de Pessoas, atualmente sob o comando de Benedito Palmeira Neto.

 

Leias mais 

Após denúncia de ameaça a servidores, Taques exonera irmão de Wilson Santos

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia