Cuiabá, 19 de Maio de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 25 de Julho de 2017, 09:51 - A | A

25 de Julho de 2017, 09h:51 - A | A

POLÍTICA / OCUPAÇÃO

Em dia de protesto, MST invade fazenda de Maggi

Wellyngton Souza / Única News



(Foto: Divulgação)

WhatsApp Image 2017-07-25 at 06.12.33.jpeg

 

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) invadiram na madrugada desta terça (25), uma propriedade rural do Grupo Amaggi, empresa da família do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, localizada no município de Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá).

 

Segundo a coordenadora estadual do movimento, Idalice Nunes, a ocupação ocorre em luta pela reforma agrária, além de protesto contra as reformas trabalhista, previdenciária e de terceirização, propostas pelo governo federal.

 

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra-MST iniciou nessa manhã do dia do trabalhador rural mais uma jornada nacional de luta pela Reforma Agrária com o lema “corruptos, devolvam nossas terras”.

 

Ao site Única News, a assessoria de Maggi, em Mato Grosso, afirmou que está levantando as informações para se pronunciar por meio de nota à imprensa.

 

A área, chamada SM 02, é um dos latifúndios do Grupo Amaggi e está localizada às margens da BR-163, a 25 km de Rondonópolis sentido Campo Grande, próximo do terminal da ferrovia Norte Sul.

 

“A ocupação faz parte da jornada de lutas do MST. Fazemos a ocupação para denunciar o descaso com a reforma agrária. Blairo, quando era senador, votou a favor de todas as contrarreformas dos trabalhadores. Também cobramos a reforma agrária, que já era difícil antes [do governo Temer], agora piorou muito. Queremos nossos direitos”, diz Idalice.

 

O ministro apoiou, por meio da bancada ruralista no Senado, tanto as reformas trabalhistas e previdenciária quanto a medida provisória 759, que tem como finalidade principal regularizar a grilagem de terras e ampliar o mercado de terras usando a titulação definitiva dos assentamentos.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia