Cuiabá, 19 de Julho de 2024

POLÍTICA Sábado, 10 de Novembro de 2018, 09:12 - A | A

10 de Novembro de 2018, 09h:12 - A | A

POLÍTICA / "DILMA PANTANEIRA"

Em "saia justa", jornalista se desculpa por comparar Selma a Dilma

Luana Valentim



Foto: (Rerpodução/Web)

BARBUDO

 

Após ter chamado a senador eleita, Selma Arruda (PSL) de ‘Dilma Pantaneira’ – referência a ex-presidenta da República, Dilma Rousseff (PT) -, o jornalista Augusto Nunes do programa Roda Viva, da TV Cultura, se viu em uma ‘saia justa’ e teve que se desculpar pelo que foi dito no Fórum Mais Milho que ocorreu em Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá).

 

A afirmação do jornalista foi referência ainda do período de campanha, onde a juíza aposentada acabou se atrapalhando em algumas situações como quando pediu votos para o candidato do Psol, esteve envolvida em um possível escândalo de caixa 2 – processo que ainda corre na Justiça, fez ofensas a servidores públicos, entre outros.

 

“Essas e outras trapalhadas mostraram a mundo que existe no Brasil uma Dilma Pantaneira, seu nome é juíza Selma Arruda. Cabe aos eleitores impedir que ela se eleja e piore o Congresso”, disse à época.

 

No evento que fez uma avaliação do cenário político e econômico para 2019, o deputado federal eleito, Nelson Barbudo (PSL) lembrou o caso e disse que o jornalista errou ao fazer as afirmações.

 

Augusto então reconheceu o erro e pediu desculpas a Selma, que também esteve presente no evento. Ele ainda a parabenizou pelo desempenho no pleito e pontuou que a palavra de nenhum jornalista pode ser maior do que aquilo que está manifestado nas urnas pelo povo.

 

Selma venceu as eleições com 24,66% dos votos válidos, ou seja, ela recebeu 671,9 votos. O que surpreendeu a todos, pois diante das pesquisas ela sempre aparecia atrás de Jayme Campo (DEM) – também eleito – que liderava todos os cenários.

 

Veja o Vídeo: 

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia