Cuiabá, 08 de Agosto de 2020

POLÍTICA MT
Sábado, 04 de Julho de 2020, 21h:49

VEJA FLAGRANTE DA PF

Físico de atleta: veja vídeo de Waldir Teis correndo 16 andares para se livrar de provas

Euziany Teodoro
Única News

(Foto: reprodução)

Vazou o vídeo do conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado, Waldir Teis, que desceu correndo 16 andares de escada para se livrar de provas durante busca e apreensão da Polícia Federal em sua casa, no dia 17 de junho.

Teis tentou jogar fora várias folhas de cheque com valores milionários e também um celular. Os policiais federais flagraram toda a ação desesperada do conselheiro, como é possível ver no vídeo.

Waldir Teis só não foi preso em flagrante porque tem imunidade, como magistrado.

O conselheiro afastado foi preso prevetivamente pela Polícia Federal em 1º de julho. Ele é acusado de obstrução da Justiça no âmbito da Operação Ararath e detalhes da conduta foram divulgados pelo Ministério Público Federal (MPF).

Ele também foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) no dia 30 de junho por embaraço à investigação de infração penal, no âmbito da Operação Ararath, quando tentou jogar fora as provas em um balde de lixo.

Ao notar que os policiais se concentravam em uma segunda sala, Waldir Teis, recolheu uma série de talões de cheques com cifras milionárias e outras folhas assinadas mas sem preenchimento do valor, que estavam em sala ainda não analisada pelas autoridades. E em seguida desceu as escadas.

Foram deferidos pelo STJ os pedidos de afastamento de sigilo bancário de diversas sociedades empresárias; o levantamento e utilização de dados de inteligência financeira de pessoas físicas e jurídicas; o afastamento do sigilo telefônico/telemático de alguns investigados, e busca e apreensão a ser realizada em locais ligados a pessoas investigadas, além do compartilhamento de dados com a Receita Federal do Brasil.

A Operação Ararath investiga, desde 2013, a prática de crimes de corrupção, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e organização criminosa por conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso.

Veja o vídeo:


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE