Cuiabá, 20 de Outubro de 2020

POLÍTICA MT
Sexta-feira, 16 de Outubro de 2020, 17h:19

CAMPANHA DE 2016

Juiz bloqueia contas de Wilson Santos por dívida de R$ 2 milhões com produtora

Claryssa Amorim
Única News

ALMT

O juiz da 7ª Vara Cível de Cuiabá, Yale Sabo Mendes, determinou o bloqueio da conta bancária do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), devido a uma dívida com a produtora Monkey Filmes, de mais de R$ 2 milhões. O parlamentar tem sido cobrado pela produtora por serviços prestados na campanha a prefeito de 2016.

A Monkey entrou na Justiça e pediu a penhora de uma casa do deputado em Chapada dos Guimarães (a 60 km de Cuiabá) e também de uma Estância.

A empresa deu entrada no processo como execução de título extrajudicial contra o deputado e também contra o diretório do partido, o PSDB.

O imóvel solicitado no documento tem uma área de 1.966,360 m² na zona urbana de Chapada. Já o outro imóvel, a Estância Daniel, tem uma área de 30,3171 hectares. Ela fica no Vale da Benção, no município.

A empresa citou ainda que Wilson é casado com comunhão parcial de bens e pediu penhora de 50% dos referidos imóveis. O juiz analisou o pedido da Monkey e citou que não foi juntada aos autos a comprovação da averbação da penhora dos imóveis citados.

No entanto, o magistrado expediu novo termo de penhora para retificação da averbação nas matrículas e a intimação a esposa do deputado. O magistrado ainda determinou o bloqueio das contas ativas do Wilson.

“No tocante ao pedido de bloqueio de ativos financeiros nas contas bancárias dos executados, defiro tão somente com relação ao executado Wilson Pereira dos Santos, tendo em vista a regra de impenhorabilidade preconizada no artigo 833, XI do CPC, com relação ao PSDB – Diretório Municipal”, cita a decisão.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE