Cuiabá, 13 de Julho de 2024

POLÍTICA Terça-feira, 15 de Janeiro de 2019, 18:34 - A | A

15 de Janeiro de 2019, 18h:34 - A | A

POLÍTICA / NA CÂMARA DE CUIABÁ

Misael reitera que redução de cargos não refletiu na folha salarial

Da Redação



Foto: (Ednei Rosa)

mISAEL gALVÃO

 

O presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão (PSB), voltou a garantir que a suposta redução de 126 cargos [de 481 para 355], não refletiu na folha salarial já que teve um considerável aumento desde então. A afirmação do socialista foi logo após a nova Lei que alterou a lotação e remuneração dos cargos comissionados, ter sido alvo de críticas.

Com a medida, foi criada uma secretaria e cargos estratégicos para atender a demanda do Legislativo, evitando a centralização do trabalho na presidência. E garantindo uma gestão mais ágil na Casa de Leis.

Segundo Misael, a reestruturação do quadro funcional, inclusive, com a criação de cargos, não resultou no aumento do número de comissionados. Mas por conta da reestruturação, registrou-se uma redução no quadro geral de servidores comissionados da Casa, passando de 614 em 2015, 413 em 2017, 459 na gestão passada, para 381 na atual administração.

O presidente ainda reiterou que essas mudanças não irão refletir na folha salarial, já que não haverá aumento com gastos de pessoal. E, sobretudo, que ela foi realizada para garantir uma folga no que tange ao cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, tendo em vista que a Câmara estava no limite estipulado por lei.

“A nossa intenção é dar mais agilidade e transparência aos trabalhos desenvolvidos pela Câmara de Cuiabá. Para isso, criamos alguns cargos estratégicos que não existiam. Mas isso não implica no aumento dos gastos da Casa, muito pelo contrário, conseguimos reduzir os números de cargos comissionados e manter a folha estável”.

Atualmente, a Câmara conta com oito secretarias, levando em consideração a Secretária-Geral, sob a responsabilidade de Jairo Pereira Rocha, que foi criada no final do ano passado por meio da aprovação do Projeto de Lei que garantiu toda a reestruturação do Parlamento Estadual.

Além da Secretaria-Geral, a Casa de Leis ainda conta com a Secretaria de Apoio Legislativo, comandada por Ernildez Dias da Luz.

No Patrimônio, Marcelo Gomes de Oliveira; na Transparência de Controle interno, administrado por Jonatas Jovino Pulqueiro.

Na Comunicação, o jornalista Leonardo Arruda, na Gestão de Pessoa, Bárbara Helena de Noronha, na Gestão Orçamentária e Financeira, Vera Gomes da Silva e ainda na Procuradoria Geral, o advogado Rodrigo Ciryneu.

Vale ressaltar que a imagem do Legislativo Municipal está bastante desgastada diante dos diversos escândalos. Diante disso, Misael vem realizando algumas mudanças na comunicação da Casa com o eleitor.

Sobretudo, com este novo eleitor criado nas redes sociais, assim antenado nas informações. Que interage, por meio do acesso às notícias veiculadas nos sites, inclusive os institucionais, repassando-as como o grande protagonista, ao repassá-las para a sua lista de contatos por meio dos aplicativos colocado à sua disposição na Web como o Instagram, WhastApp e o Facebook.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia