Cuiabá, 30 de Maio de 2024

POLÍTICA Sexta-feira, 12 de Maio de 2017, 10:19 - A | A

12 de Maio de 2017, 10h:19 - A | A

POLÍTICA / BOLA PRA FRENTE

"Ninguém é insubstituível e trabalho continua", diz Botelho sobre saída de Paulo Taques

Por Suelen Alencar/ Única News



(Foto: Reprodução)

Deputado Eduardo Botelho.jpg

 

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (PSB) disse que o governado Pedro Taques (PSDB) agiu corretor ao enviar Paulo Taques para atuar na investigação em curso, na Procuradoria Geral da República sobre denúncia da existência de interceptações telefônicas clandestinas no âmbito da Polícia Militar. No entanto, críticou o 'burburinho' sobre o assunto  e afirmou que a informação já 'nasce morte', ja que todos sabem que "Taques agiu mas foi o Gaeco que arquivou".

 

"Com a saída de Paulo as tratativas não mudam, mas o problema que o governo perde por que o Paulo já estava alinhado  e vem desde o ínicio do governo. Mas nada que não pode se recompor, agora entra outro e a coisa continua. Ninguém é insubstituivel, cabe agora Taques escolher um bom perfil", disse em entrevista aa Rádio Capital FM. 

 

Sobre o teor da suspeitas sobre de a ordem para grampear agentes políticos, advogados e jornalistas teria vindo do Palácio Paiaguás, Botelho disse que como o governador agiu sobre  a discussão "não levam a nada". 

 

"É um assunto que o governador  agiu prontamente, ele mandou para o Gaeco e foi o Gaeco que arquivou. Ele teve a decisão certa e acho que devria largar dessas discussões que não levam a  nada", disparou. 

 

A exoneração

 

O governador Pedro Taques anunciou no final da tarde de quinta-feira (11) a saída, a pedido, do advogado Paulo Taques da secretaria da Casa Civil. Paulo Taques, que estava no cargo desde o início do Governo, em janeiro de 2015, volta a se dedicar à sua atividade profissional na advocacia, inclusive reassumindo o papel de advogado pessoal de Pedro Taques.

 

O governador também anunciou a nomeação do atual adjunto da Casa Civil, José Adolpho de Lima Avelino Vieira, que também já atuava na secretaria desde o início do Governo, para suceder Paulo Taques. Os atos de exoneração e nomeação serão publicados no Diário Oficial do Estado que circulará nesta sexta-feira (12).

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia