Cuiabá, 21 de Junho de 2024

POLÍTICA Sábado, 24 de Fevereiro de 2024, 11:30 - A | A

24 de Fevereiro de 2024, 11h:30 - A | A

POLÍTICA / ELEIÇÕES 2024

Novo município de MT terá apenas um candidato a prefeito

Atual subprefeito de Boa Esperança do Norte anunciou saída do PSDB para concorrer à chefia da nova cidade pelo MDB

Ari Miranda
Única News



Após uma intensa batalha judicial, que durou mais de 20 anos, à partir de 1º de Janeiro de 2025, o distrito de Boa Esperança do Norte (524 km de Cuiabá) será elevado à categoria de município – o 142º de Mato Grosso, E, finalmente, foram iniciadas as tratativas para sua primeira eleição de prefeito e vereadores.

Em conversas com lideranças do agronegócio, o atual sub-prefeito do distrito, Calebe Francio, anunciou sua migração do PSDB para o MDB para concorrer ao cargo de prefeito na nova cidade. Segundo Francio, a composição da chapa prevê uma aliança de consenso e, além da desfiliação do partido tucano, o líder mencionou que, atualmente, a chapa já tem 3 pretensos candidatos a vereadores.

Entre os que já anunciaram a intenção de inaugurar a futura Câmara de Vereadores, estão o atual vice-presidente da Câmara de Sorriso (397 Km de Cuiabá), Marlon Zanella (MDB);  e os suplente de vereador, José Marcos Pereira, o “Marcão do Boa Esperança” e Olenil Lino dos Santos.

“Estamos formando o diretório e levantando os nomes que vão para a disputa. Mas temos 3 representantes da região, um eleito para a câmara de Sorriso e dois suplentes que têm uma experiência já”, revelou Calebe em entrevista à imprensa.

O sub-prefeito destacou ainda que está costurando uma aliança com partidos de renome, como o PL, PSDB e União Brasil.

“Temos uma linha de pensamento que quer uma candidatura única e nós temos conversado com as lideranças para começarmos com o pé direito. Mas temos muito tempo ainda pela frente, lá para abril que devemos ter essas definições”, comentou.

NOVA CIDADE

Atualmente com 7.000 habitantes em seu núcleo urbano e estimativa de outros 3 a 5 mil em sua área rural rural, o distrito de Boa Esperança do Norte chegou a ser emancipado nos anos 2000, na Assembleia legislativa de Mato Grosso (ALMT), após Projeto de Lei apresentado pelo ex-deputado estadual Nico Baracat (falecido em 2012).

Todavia, o Tribunal de Justiça do estado (TJMT) declarou inconstitucional a lei que criava o novo município após mandado de segurança impetrado pela Prefeitura de Nova Ubiratã (476 Km de Cuiabá), de onde será desmembrado 80% do território da nova cidade. Os outros 20% da área de Boa Esperança do Norte serão desmembrados da cidade de Sorriso.

(Foto: Reprodução/CNJ)

STF.jpg

Fachada do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

VITÓRIA NO STF

No dia 6 de outubro do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria para criar e emancipar o 142° município de Mato Grosso, após quase duas décadas de embates no Judiciário.

Antes disso,em 29 de setembro, a Suprema Corte voltou a pauta aos debates da Casa e, sob a relatoria do ministro Luís Roberto Barroso, foi formada maioria no STF para a emancipação de Boa Esperança do Norte.

Seis ministros votaram pela emancipação: Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Rosa Weber, Cristiano Zanim, Alexandre de Moraes e Luiz Fux. Votaram contra o relator, Luis Roberto Barroso e os ministros Edson Fachin e Carmen Lúcia.

FUTURA POTÊNCIA DO AGRO

Boa Esperança do Norte é o 5.569º município brasileiro e debutará nas eleições de 2024 e nascerá com população maior que 50 cidades mato-grossenses.

Estimativas apontam que, em alguns anos, a nova cidade figure na lista das mais ricas do agro em MT, uma vez que seu território concentra grandes propriedades rurais, que são fortes na produção de grãos e atualmente pertencem a Sorriso, a “Capital do Agronegócio brasileiro”, e Nova Ubiratã, 6ª colocada no ranking da produção de grãos do país.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia