Cuiabá, 19 de Maio de 2024

POLÍTICA Sábado, 28 de Outubro de 2017, 16:25 - A | A

28 de Outubro de 2017, 16h:25 - A | A

POLÍTICA / OPERAÇÃO ESDRAS

Presos a mais de 30 dias, Jarbas e major aguardam análise de habeas corpus no STJ

Da Redação



Alair Ribeiro

jarbas

 

O ex-secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, e o major da Polícia Militar Michel Ferronato, que estão presos a mais de 30 dias acusados de participar de uma trama para afastar o desembargador Orlando Perri das investigações dos grampos ilegais, aguardam a análise de pedidos de liberdade ingressados junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

 

Os suspeitos foram presos na Operação Esdras da Polícia Civil no dia 27 de setembro. O HC de Ferronato foi impetrado no último dia 3, o pedido foi distribuído ao ministro Antonio Saldanha Palheiro e depois redistribuído ao ministro Ribeiro Dantas, que já havia analisado habeas corpus de outros presos no esquema.

 

Já o HC do ex-secretário Jarbas deu entrada no STJ no último dia 6 e distribuído para o ministro Ribeiro Dantas. Agora, a análise do pedido também será feita pelo ministro Campbell.

 

A defesa de Jarbas e de Ferronato criticam, entre outros pontos, o fato de as prisões de seus clientes terem sido decretadas com base em revelações feitas pelo tenente-coronel José Henrique Soares.

 

 

Outros presos na Esdras já tiveram pedido de liberdade negado, como foi o caso do ex-secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, e do ex-secretário da Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Airton Siqueira.

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E RECEBA DIARIAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS!

GRUPO 1  -  GRUPO 2  -  GRUPO 3

Comente esta notícia